PUBLICIDADE
Topo

Leonardo Rodrigues

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

10 erros bestas que você precisa evitar antes de começar a ouvir discos

Caspar Benson/Getty Imagens
Imagem: Caspar Benson/Getty Imagens
Conteúdo exclusivo para assinantes
Leonardo Rodrigues

Leonardo Rodrigues é jornalista do UOL, com passagem pela Folha de S.Paulo. Também é colecionador de LPs e luta para que, um dia, toca-disco deixe de ser confundido com vitrola.

Colunista do UOL

21/07/2021 04h00

Atire a primeira edição de "Tim Maia Racional, Vol. 1" quem nunca errou na jornada colecionista. Equívocos são comuns à vida, especialmente se você é um político de determinados partidos (ou sem). Mas nosso dever é tentar sempre evitá-los.

Portanto, com a volta dos LPs e a ainda escassa informação sobre o assunto disponível na internet brasileira, um guia de erros crassos se faz mais que necessário.

Afinal, refutando a filósofa Susana Vieira, é preciso, sim, ter paciência com quem está começando.

Como não?

Erro 1. Comprar maletinhas ou vitrolas em vez de um sistema modular

Repita como um mantra como já repeti: "vitrola não é toca-disco, vitrola não é toca-disco, vitrola...".

Desenhando com meme

Vitrola

Vitrola - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Toca-disco

Toca-disco - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Podemos chamar de vitrola o sistema em que toca-disco, amplificador e caixas acústicas são construídos em um único aparelho. Em geral, mais barato e de qualidade sonora inferior.

Já datilografei na coluna que, apesar dos preços convidativos, as maletinhas —que são vitrolas— podem danificar discos, além de terem vida útil curta e sonoridade aquém do que o formato analógico é capaz de oferecer.

Então, é melhor evitá-las (mas não faça o mesmo com o maravilhoso "Sgt. Pepper´s" dos Beatles mostrado no gif abaixo).

Erro 2. Não lavar os discos

LPs de segunda mão são sinônimos de sujeira e chiados que incomodam —a mim, pelo menos, incomodam. E no Brasil os usados dominam.

Por isso é imperativo lavá-los antes de tocá-los. O banho pode ser com água corrente fria, detergente neutro e algodão hidrófilo, que será esfregado em movimentos circulares.

É bem fácil de fazer. Veja

Ainda assim, seu disco continua "fritando ovo" quando tocado?

Ele deve estar então com arranhados profundos ou sujeira encrustada nos sulcos. No primeiro caso, não há muito o que se fazer. Para o segundo, vale usar a técnica da cola de madeira, que já mostrei.

Erro 3. Manusear o LP como se fosse uma pizza

Eis um erro básico e comum entre iniciantes. Jamais pegue o disco colocando os dedos sobre sua superfície. Ela ficará engordurada e suja com a oleosidade da sua mão, mesmo se você tiver acabado de lavá-la.

Mais um mantra para você decorar: "manuseie discos só pelas bordas, manuseie...".

A não ser que o leitor seja um DJ que por alguma razão ainda faz "scratches", esta imagem É UM CRIME FEDERAL E INAFIANÇÁVEL.

Vinil - Discomusic.com - Discomusic.com
Imagem: Discomusic.com

Erro 4. Armazenar LPs um em cima do outro

Sabe aqueles "anéis" que volta e meia surgem em capas, que nada mais são do que a marca deixada pelo vinil sob o papelão? Ela nasce quando alguém empilha discos e os deixa assim por muito tempo.

Fora a chance de os LPs simplesmente quebrarem, deixá-los amontoados também é um convite para a poeira de superfície adentrar no interior dos sulcos, interferindo mais uma vez no som.

Logo, prefira guardá-los assim, na vertical, em local arejado e sem incidência direta de sol. Calor empena vinil.

Erro 5. Deixar de usar plásticos internos e externos

Apesar de todos os problemas dos materiais plásticos, que emporcalham o planeta Terra e seus oceanos, eles ainda são imprescindíveis para conservar capas e o vinil em si.

A capa plastificada fica meio cafona? Fica. Fica mais difícil tirá-la da estante ou do nicho? Um pouco. Mas não deixe de usá-la como fez o dono deste disco do Arnold, que me arrependo até hoje de não ter levado em uma feira.

Erro 6. Não cuidar da sua agulha

Responsável pela leitura física do LP por meio de vibrações, que são transmitidas à cápsula e posteriormente convertidas em som, a agulha é o componente mais sensível do seu toca-disco. Não pode sofrer interferências ou ficar empeirada. O ideal é higienizá-la antes de cada audição.

Um jeito simples e eficiente de fazer isso é passar algumas vezes uma escovinha como esta abaixo, de preferências com as cerdas umidificadas em substância à base de álcool.

Faça este movimento, de trás para frente, nunca o contrário

Erro 7. Não trocá-la nem alinhá-la

Mas dois toques importantes acerca de agulha: ela tem de ser trocada após um ou dois anos de uso (ou meses, dependendo do quanto você a gasta). E, para obter o melhor som possível, é preciso alinhá-la junto da cápsula. Esta informação soa como grego para você?

É sobre isto

Erro 8. Não pesquisar preços de discos

Seu setup está prontinho, bom, bonito e lustroso, e agora falta comprar o mais importante, os discos. Então tenho um conselho que seus avós e pais, ex-guerreiros contra a hiperinflação, também dariam: pesquise. E pesquise bem.

Com a economia patinando, LPs vêm sendo vendidos por valores pornográficos. Mas há variações nos preços e muitas ofertas pipocando por aí, mais ainda no mercado de usados. Entenda melhor aqui.

Erro 9. Comprar qualquer coisa

O aposto também é um problema. Não seja aquela pessoa que sai comprando qualquer disco, em qualquer estado de conservação, só para encher sua estante e exibi-la no Instagram.

Escolha com calma, priorizando o que você gosta e tem significado na sua vida. E nunca deixe de escutar o disco comprado. É para isso que o hobby foi feito.

Erro 10. Não ler esta coluna

Baita erro, hein?

Brincadeira à parte, o equívoco maior é não se buscar conhecimento (ET Bilú rules). Não ler nenhum texto sobre o tema, não assistir a nenhum vídeo, não correr atrás de nada.

Quem não sai da superfície já deve ter cometido ou ainda cometerá todos esses erros, que custarão dor de cabeça, frustração e, o pior, bastante dinheiro. Informação é ouro e sempre será.

Gostou deste artigo e se lembrou de outro erro crasso? Então escreva abaixo no campo de comentários.

E até o próximo post!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL