PUBLICIDADE
Topo

Leandro Carneiro

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Mãe de Gabriel Medina processa nora e pede R$ 100 mil por danos morais

Leandro Carneiro

Editor de Splash, viciado por qualquer tipo de reality show, inclusive aqueles que os famosos vivem na vida real. Jornalista há mais de 10 anos e palpiteiro desde sempre. Se o assunto for esporte entro em campo também.

Colunista do UOL

09/06/2021 11h38

Simone Medina, mãe do bicampeão mundial Gabriel Medina, está processando a mulher de seu filho. Mas não estamos falando de Yasmin Brunet. A confusão envolve Bruna Medina que é casada com Felipe Medina. O processo movido por Simone é por danos morais e ela pede R$ 100 mil.

A ação de Simone começou há pouco mais de um mês. No momento, o juiz entende que a disputa entre as duas é muito específica e marcou uma audiência de conciliação.

Bruna ainda não tem advogado constituído. Em seu Instagram, ela revelou que está no hospital, mas que as "medidas cabíveis já estão sendo tomadas".

Procurada pelo UOL, a influenciadora não respondeu até a publicação. Simone também não respondeu os contatos da reportagem. Caso se pronunciem, a matéria será atualizada.

Em abril deste ano, Bruna chegou a falar que havia sido expulsa de casa, assim como Felipe, por seus sogros. Ela morava com eles em Maresias e se mudou para São José dos Campos.

"O jeito que saímos daqui nos doeu muito, ficamos sem casa, sem carro. Preferimos mudar de cidade para ter uma nova vida, com mais paz, pelo bem da nossa saúde mental e, principalmente, da nossa filha, para crescer longe dos tormentos."

Segundo o relato de Bruna na época, ela teria sido expulsa de casa por ter ficado em dúvida sobre não assinar a carteira de trabalho, pois não faria isso sem ter alguém de confiança para cuidar da filha.

"Isso foi inadmissível e gerou a expulsão. Fui tachada de folgada que não queria trabalhar. Hoje, trabalho em casa, do celular e ainda consigo cuidar da minha filha."