PUBLICIDADE
Topo

Fake News, Fake Grupos e o meu cancelamento de hoje

Kaerre

Kaerre Neto, 24 anos, é um farmacêutico generalista do interior da Bahia que em 2013 fundou o LDRV, um conjunto de 12 comunidades do Facebook fomentadas por pautas de cultura pop e histórias de vida dos seus próprios membros que possui um total de 3 milhões de adeptos. Por sua experiência em administração de comunidades, ele entrou na frente de Dark Social da SOKO, onde cria histórias de marca com potencial de mídia espontânea e táticas de influência por redes não rastreáveis. Devido ao seu background na área de biológicas, Kaerre sempre busca pautar comportamento para criar suas estratégias, usando da neurociência tanto para justificar a cultura quanto para tentar hackeá-la.

05/08/2020 19h18

Hoje rolou uma coisa muito maluca. Bom, eu não sei se vocês sabem (e essa não é a maneira que gostaria que vcs ficassem sabendo)... mas sou dono de um grupo do Facebook. E sim é o LDRV.

Quem conhece o grupo sabe que ali as pessoas costumam falar sobre pautas do dia a dia: Casos de família da vida real, chifres, séries e personagens que enchem de ranço... e tudo que existe no entre o céu e Bacurau.

Acontece que por sermos uma das comunidades mais bem-sucedidas do mundo, as pessoas têm criado vários outros grupos fakes (e sim usando a nossa sigla). Nesses grupos, vc encontra de tudo, menos o LDRV real. Membros banidos, gente que não concordou com as regras do grupo original e outros.

Vc deve está se perguntando: "Tá KR... mas o que tem de maluco nisso?"

Maluco é que ser fake não faz a diferença na hora de compartilhar ou fomentar e também é maluco que foi esse grupo fake que hoje atentou pela vida de um influenciador, me cancelou e cancelou o LDRV. É essa maluquice que quero contar pra vcs.

Nessa madrugada, vários perfis começaram a espalhar que o blogueiro body positive Caio Revela havia falecido após uma internação no Hospital Albert Einstein. O post continha um tweet falso de alguns portais de notícia e veio acompanhado de várias menções de teor extremamente gordofóbico.

Tanto o post (O Caio está vendendo saúde, como sempre) quanto o grupo que o criou são fakes. O grupo, que se auto intitula como "LDRV - Resistência Era", criou a fake news e nele sua comunidade começou a gerar e espalhar comentários que compactuam com essa conduta no mínimo lamentável dos criadores.

E mesmo que nenhum deles tenham vindo do grupo original, LDRV, rapidamente, a nossa sigla se tornou o assunto mais falado no Twitter junto com #RIPCaioRevela, levando uma enxurrada de críticas ao grupo e fazendo com que o influenciador publicasse um esclarecimento para os seguidores e passasse seu tempo explicando aos familiares e amigos que estava vivo.

Depois a verdade apareceu: Todo esse tour errado foi um esquema organizado por haters do Caio Revela, uma fake news criada em um fake grupo.

Como fundador do LDRV, sempre deixei explícito nas regras da comunidade que não toleramos nenhum tipo de discurso preconceituoso e sempre que verificamos comentários do tipo acabamos apagando e expulsando aqueles que postaram essas visões bizarras.

Regras do LDRV - Imagem/Reprodução: Facebook - Imagem/Reprodução: Facebook
Regras do LDRV
Imagem: Imagem/Reprodução: Facebook

Assim como todos os "influenciadores", o LDRV cometeu erros no passado, porém todos eles encarados e corrigidos com o tempo e maturidade dos seus administradores. Mas o episódio de hoje não é a mesma coisa. O grupo é uma cópia fake e não autorizada e não administrada por aqueles que idealizaram a maior baguncinha gostosa, só que em forma de grupo. Mas isso não fez com que ficássemos parados.

Para previnir outros episódios tristes como esse, já entramos em contato com o Facebook que já nos garantiu que medidas serão tomadas e que todos os outros grupos falsos LDRV serão derrubados e também com a rede do Caio Revela, com as evidências que podem ajuda-lo juridicamente na situação.

Diariamente, pessoas gordas e obesas já começam o dia sabendo que vão encontrar pela frente desafios de todos os tipos: timelines poluídas com um "normal" que eles não fazem parte, ambientes que não estão preparados para acomodá-los, imagens compartilhadas em posts preconceituosos, como o que acontece com a cantora Adele e o seu "novo visual".

Tanto no grupo, quanto no offline, nós do LDRV lutamos diariamente contra a gordofobia, seja no trabalho, nas relações pessoais e sociais. Todos nós merecemos respeito e acolhimento. O estigma e a discriminação pelo peso, pela cor, pelo sotaque, pelo sexo... não podem ser tolerados e muito menos incentivados.

Todo o meu e o nosso apoio ao Caio Revela nesse episódio infeliz e vergonhoso para quem participou. Se tudo tem um lado bom, que nesse caso seja para ampliar a sua voz dentro do movimento corpo livre, sua mensagem para a sociedade e estourar as bolhas de ignorância em que muitos vivem.

Sobre o meu cancelamento e do grupo, bem, acho que agora ficou insustentável a coexistência com os grupos fakes e espero que se resolva logo (corre aqui @Facebook!). Mas mais importante é que é um ponto de partida pra gente falar aqui nessa coluninha apetitosa sobre a nossa própria cultura do cancelamento. Mas isso é assunto pra outro texto.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.