PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Fefito

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Globo prepara novela para atender ao público evangélico

Rosane Svartman, a autora de "Vai na Fé" - Estevam Avellar/TV Globo
Rosane Svartman, a autora de "Vai na Fé" Imagem: Estevam Avellar/TV Globo
Conteúdo exclusivo para assinantes
Fefito

Fernando Oliveira, conhecido como Fefito, é formado em jornalismo e pós-graduado em direção editorial. Teve passagens pela IstoÉ Gente, Diário de S. Paulo, iG, R7. Atuou como apresentador do Estação Plural, da TV Brasil, Mulheres, da TV Gazeta, e Morning Show, da Jovem Pan.

Colunista do UOL

19/05/2022 11h54

Em abril, durante o Rio2C - Rio Criative Conference, o diretor da TV Globo e Afiliadas, Amauri Soares, afirmou que o Brasil caminha para ser um país de maioria evangélica nos próximos anos. Ou seja: deixou claro que a emissora está de olho nas transformações da sociedade. E isso já começará a se refletir em suas próximas produções.

Com estreia prevista para novembro, "Vai na Fé", próxima novela das sete da emissora, entrará no ar de olho na parcela evangélica da audiência.

A trama vai girar em torno de Solange, uma vendedora de marmita, que segue a religião cristã. Com o marido desempregado e as dívidas acumulando, ela mudará de vida ao aceitar se tornar cantora, backing vocal de um cantor de funk. Com isso, será discutida a maneira como ela concilia sua fé com o novo momento de vida.

A mocinha será mãe de duas adolescentes e sustentará também a mãe. Na sinopse, é descrita como uma "mulher cristã, muito apegada à fé e aos ensinamentos do pastor".

A história é escrita por Rosane Svartman, autora de "Totalmente Demais", que atualmente desenvolve também uma série musical para o GloboPlay, chamada "Musa Música".