PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Fefito

Record repete em 'A Fazenda' mesmo erro de 'Amazônia': não usar calculadora

A Fazenda 2020: Tays Reis, Lipe Ribeiro e Jakelyne Oliveira na prova do fazendeiro - Reprodução/RecordTV
A Fazenda 2020: Tays Reis, Lipe Ribeiro e Jakelyne Oliveira na prova do fazendeiro Imagem: Reprodução/RecordTV
Fefito

Fernando Oliveira, conhecido como Fefito, é formado em jornalismo e pós-graduado em direção editorial. Teve passagens pela IstoÉ Gente, Diário de S. Paulo, iG, R7. Atuou como apresentador do Estação Plural, da TV Brasil, Mulheres, da TV Gazeta, e Morning Show, da Jovem Pan.

Colunista do UOL

29/10/2020 10h46

Resumo da notícia

  • Em 2012, emissora participante tirou da final de reality por ter somado errado o resultado e acabou processada
  • Na Prova do Fazendeiro desta semana, espectadores apontam que suprimiram 100 pontos de Tays Reis
  • Correto seria zerar a votação e recomeçar a roça com nova formação ou suspendê-la

Em 2012, a Record exibia um reality show chamado "Amazônia", comandado por Victor Fasano. No dia da grande final, o programa eliminou injustamente Alexey Magnavita, porque somou errado o placar. Alguém se confundiu na hora de fazer os cálculos e tirou o astrólogo da última disputa, que acabou vencida pelo piloto Tarso Marques. Inconformado por ter perdido o prêmio de R$ 500 mil, o rapaz procurou a Justiça. Depois de uma batalha que foi parar no Superior Tribunal de Justiça, a Record foi condenada a pagar a ele R$ 125 mil de danos materiais e R$ 25 mil de danos morais.

O caso é bem parecido com o ocorrido em "A Fazenda" na quarta-feira (28). Espectadores apontam que a direção somou errado os pontos de Tays e deu a Jakelyne o chapéu da semana. Nas redes sociais, afirma-se que Marcos Mion, sem querer, suprimiu 100 pontos da cantora.

Caso confirmado, todos os votos dados até agora na roça terão de ser cancelados. Jakelyne teria de ser colocada na disputa popular com Lipe e Victoria. E a berlinda teria de recomeçar do zero. Com isso, provavelmente não haveria eliminação nesta quinta-feira. Outra possibilidade seria refazer a Prova do Fazendeiro. Até agora, a Record não se manifestou.

O caso poderia ser resolvido de maneira simples: ajudaria se o placar ficasse o tempo todo na tela, como no "BBB". Dessa maneira, sem sumir dos olhos de todos, os números seriam fiscalizados de maneira mais fácil. Usar calculadora também ajudaria —contém ironia.

Também não é o primeiro erro a passar batido pela produção. Na semana passada, Juliano Ceglia virou fazendeiro burlando regras na primeira jogada: em vez de pegar bola do cesto, pegou do chão, o que era proibido.

Este não é o primeiro erro envolvendo "A Fazenda". Nesta semana, depois da formação da roça, Mion teve de entrar ao vivo na sede para avisar que Biel infringiu regras e cancelou o poder da chama vermelha. A gritaria nas redes sociais foi tanta que a direção do reality voltou atrás no discurso de que nada demais aconteceu. Com isso, mudaram os indicados da semana. Saiu Raíssa, entrou Tays.

Até a quinta eliminação desta temporada, a de Carol Narizinho, nenhuma das votações somava 100%. A sexta eliminação passou a fechar a soma geral exata. Neste caso, na produção, o argumento é de que a terceira casa decimal causa esse tipo de distorção. A Record não comentou.

Em abril deste ano, a emissora cometeu outro erro em programas do gênero. Durante o reality de cabeleireiros "Hair", Ana Hickmann anunciou o vencedor errado. Em vez de premiar Emerson, a apresentadora coroou Amanda como campeã, ao vivo. Como solução, regravou-se o desfecho, que foi exibido durante uma reprise. Ambos os participantes ficaram com o prêmio de R$ 30 mil.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL