PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Fefito

Gretchen será transformada em drag queen na edição com famosos de reality

Gretchen vai se montar de drag queen em programa de TV - Reprodução / Internet
Gretchen vai se montar de drag queen em programa de TV Imagem: Reprodução / Internet
Fefito

Fernando Oliveira, conhecido como Fefito, é formado em jornalismo e pós-graduado em direção editorial. Teve passagens pela IstoÉ Gente, Diário de S. Paulo, iG, R7. Atuou como apresentador do Estação Plural, da TV Brasil, Mulheres, da TV Gazeta, e Morning Show, da Jovem Pan.

Colunista do UOL

27/10/2020 12h08

Resumo da notícia

  • Além da cantora, Regina Volpato e Maria Rita devem participar da atração do canal E!
  • Um dos sonhos da produção do reality, Xuxa não foi liberada pela Record para estar no reality
  • Gravações da terceira temporada do "Drag Me As A Queen" estão previstas para novembro

O canal E! marcou para o mês que vem o começo das gravações da terceira temporada do "Drag Me As A Queen", reality show comandado por Ikaro Kadoshi, Penlopy Jean e Rita Von Hunty. Os trabalhos estão previstos para começar em duas semanas.

Ao contrário dos anos anteriores, nos quais mulheres anônimas eram transformadas em drag queens pelas apresentadoras, desta vez o foco será em celebridades. A equipe do programa corre para fechar o elenco de famosas que estarão na atração, mas já tem algumas definições.

Gretchen, por exemplo, será uma das convidadas a se montar no reality do canal a cabo. Além dela, foram chamadas - e têm grandes chances de participar - a cantora Maria Rita e a apresentadora Regina Volpato. A produção tentar manter a maior parte dos nomes em segredo.

A decisão de convocar famosas para o projeto surgiu depois de Luana Piovani participar do último episódio da segunda temporada.

Grande pretensão do programa, Xuxa Meneghel deve ficar de fora da lista. A Record não teria liberado a Rainha dos Baixinhos.

A previsão é que a nova temporada do "Drag Me As A Queen" estreie no ano que vem.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL