PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Com chefs pouco prendados, atual edição do "MasterChef" deve ser esquecida

Fefito

Fernando Oliveira, conhecido como Fefito, é formado em jornalismo e pós-graduado em direção editorial. Teve passagens pela IstoÉ Gente, Diário de S. Paulo, iG, R7. Atuou como apresentador do Estação Plural, da TV Brasil, Mulheres, da TV Gazeta, e Morning Show, da Jovem Pan.

Colunista do UOL

14/08/2020 11h56

Resumo da notícia

  • No último episódio, participantes erraram receitas de bolo e empanados
  • Edição parece ignorar que concorrentes só duram um único programa em seus discursos
  • Band pretende voltar ao antigo formato no ano que vem, passada a pandemia

O episódio do "MasterChef" da última terça-feira (11) deixou muita gente se perguntando: afinal, os candidatos passaram a ser selecionados por não saberem cozinhar? A pergunta é mais que uma ironia. Embora muita gente boa tenha passado pelo programa, é de se espantar que alguns candidatos não tenham grande prática na cozinha e ainda assim tenham sido selecionados para a atração.

Por grande prática, entenda-se: o básico. O último episódio mostrou uma cozinheira que havia sido incumbida de fazer bolo, mas não sabia fazer a iguaria. Ela chegou a afirmar que não se daria bem com receitas que levam farinha e ovo, ingredientes necessários para boa parte das massas.

Na mesma noite, dois outros concorrentes, que precisariam empanar um frango, esqueceram de pegar ovo para suas receitas. Vamos combinar: o reality já teve gente muito mais prendada em suas fileiras.

Também chama a atenção o modo que a edição por vezes parece ignorar que cada episódio tem um vencedor - que não será mais visto nas semanas seguintes. São muitos os participantes que usam discursos afirmando que "vieram para ficar" ou que entraram no programa para mudar de vida, provavelmente espelhando-se nos concorrentes das edições anteriores, que duraram meses e abriram muitas portas.

No ano que vem, passada a pandemia, a Band deve voltar ao antigo modelo do programa, com disputa de longa duração entre os mesmos participantes. É a salvação para o formato. Do jeito que está, nestes moldes, a atual temporada do "MasterChef" cairá no esquecimento.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL