PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Sérgio Guizé fará a quarta novela seguida de Walcyr Carrasco

Sergio Guizé  - Divulgação/TV Globo
Sergio Guizé Imagem: Divulgação/TV Globo
Fefito

Fernando Oliveira, conhecido como Fefito, é formado em jornalismo e pós-graduado em direção editorial. Teve passagens pela IstoÉ Gente, Diário de S. Paulo, iG, R7. Atuou como apresentador do Estação Plural, da TV Brasil, Mulheres, da TV Gazeta, e Morning Show, da Jovem Pan.

Colunista do UOL

06/07/2020 12h36

Resumo da notícia

  • Ator foi escalado para a continuação de "Verdades Secretas", que será gravada no ano que vem
  • Guizé já estrelou outras três novelas de Walcyr Carrasco
  • Ator ainda será protagonista de uma nova série policial da Globo

Sérgio Guizé parece ter virado uma espécie de talismã para Walcyr Carrasco. O ator foi escalado para assumir um papel em "Verdades Secretas 2", continuação da trama de 2015 estrelada por Camila Queiroz e Rodrigo Lombardi.

Com isso, o galã emplaca sua quarta novela consecutiva do autor na Globo. Guizé já esteve em "Eta Mundo Bom!", "O Outro Lado do Paraíso" e "A Dona do Pedaço".

Além do ator, entrarão na trama Rômulo Estrela e Deborah Evelyn. Apesar da torcida nas redes sociais, a ex-BBB Rafa Kalimann não figura nos planos de Walcyr Carrasco. Procurado pela coluna para confirmar a suposta escalação, o autor afirmou: "Não sei de onde saem essas informações".

Do elenco original de "Verdades Secretas" já estão garantidos os retornos de Camila Queiroz, Reynaldo Gianecchini, Agatha Moreira e Rainer Cadete. Grazi Massafera recusou o convite para voltar à antiga personagem, ex-viciada em drogas. A direção ficará a cargo de Amora Mautner.

Antes de gravar "Verdades Secretas", no entanto, Sérgio Guizé terá de rodar todos os episódios de "Mal Secreto", série que estava prestes a iniciar gravações. Na produção escrita por Bráulio Matnovani, o ator interpretará um psiquiatra forense especializado em psicopatas inspirado em Guido Palomba. Ele contracenará com nomes como Tainá Muller, Maeve Jinkings e Vivianne Araújo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL