PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Primeira a entrar no 'BBB 20', Manu tem chances de deixar a casa por último

Manu Gavassi é finalista do "BBB 20" - Reprodução/TVGlobo
Manu Gavassi é finalista do "BBB 20" Imagem: Reprodução/TVGlobo
Fefito

Fernando Oliveira, conhecido como Fefito, é formado em jornalismo e pós-graduado em direção editorial. Teve passagens pela IstoÉ Gente, Diário de S. Paulo, iG, R7. Atuou como apresentador do Estação Plural, da TV Brasil, Mulheres, da TV Gazeta, e Morning Show, da Jovem Pan.

Colunista do UOL

26/04/2020 23h00

Resumo da notícia

  • Cantora já é a terceira participantes do "BBB" mais seguida da história, perdendo só para Grazi Massafera e Sabrina Sato
  • Antes indiferente ao programa, Manu se envolveu com o jogo e virou uma das favoritas
  • Finalista, atriz despertou interesse da Globo em série e possível contrato

Assim que pisou na casa do "Big Brother Brasil", Manu Gavassi virou meme. A maneira meio indiferente e sarcástica com a qual se comportou no reality show não demorou a virar assunto. Ao assistir brigas, brincava de ser espectadora. Quando provocada, respondia em tom irônico, por vezes afirmando que era vilã ou estava em um retiro espiritual. Em diversos momentos, deu a entender que estava no programa com objetivos diferentes do prêmio final. Até que foi ao paredão pela primeira vez e decidiu que ignorar o que ocorria ao seu redor não era a melhor solução.

A partir daí, passou a fazer matemática dos votos, se envolveu nas discussões sem se furtar a dar opiniões. Bateu de frente com Victor Hugo. Acompanhada por Rafa, percebeu que Thelma vinha sendo excluída pelas amigas e a resgatou. Fada sensata no começo, Manu também errou feio e foi acusada de racismo ao comparar as cores de Daniel e Marcela. No entanto, ao contrário de Felipe Prior, que a todo momento recusava o rótulo de que se tornou alguém melhor, a atriz mostrou vontade de se desconstruir e provou estar aberta a críticas e ao aprendizado.

A cantora passou a ter gana de ficar na casa sem parecer desdenhar do gênero de programa em que estava inserida. A mudança de postura a colocou em um paredão que mobilizou mais de 1,5 bilhão de votos e provou ser uma participante que move multidões. Difícil afirmar, ainda assim, que, se tivesse sido mais calculista e estratégica no começo, poderia ter ido mais longe. Chegou à última semana fazendo história e provando uma maturidade rara. Acolheu Babu e o defendeu em momentos nos quais foi acusado de raivoso, percebeu comportamentos racistas durante o jogo e confrontou até mesmo a própria amiga, Rafa, quando ela tentou defender Paula, campeã do "BBB" no ano passado.

Uma certeza existe: Manu sairá do reality show bem maior do que entrou. Tem cerca de 13 milhões de seguidores no Instagram e se tornou a terceira sister mais seguida da história da atração, ficando atrás apenas de Sabrina Sato e Grazi Massafera. Ficou conhecida por um público mais amplo do que a acompanhava e passou a ser admirada por muitos dos posicionamentos que tomou. Despertou interesse da Globo em contratá-la e desenvolver seu projeto de série de TV.

Além disso, provou ser uma gênia do marketing. A cantora deixou gravada uma série de vídeos para seu canal no YouTube. Se programou tão bem que, quando um tweet de 2010 dizendo que ela não gostava de futebol feriu a masculinidade frágil de alguns jogadores, um vídeo dela cantando o hino do Corinthians. Em paredões, pedia ajuda. Nem todos conseguiram entender seu humor, mas ela certamente será lembrada na história do programa. Manu Gavassi foi a primeira a pisar na casa do "BBB 20". Agora, tem grandes chances de ser a última a deixar o confinamento, com R$ 1,5 milhão no bolso.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL