PUBLICIDADE
Topo

Chico Barney

Show de horrores! PM vence Masterchef após servir camarão sujo

Paola Carosella no Masterchef 2020 - Reprodução
Paola Carosella no Masterchef 2020 Imagem: Reprodução
Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

Colunista do UOL

02/09/2020 11h31

A cada semana que passa, fica mais evidente a dificuldade da produção do Masterchef para montar o elenco da atual temporada.

Dois fatores são determinantes: 1) nem todo mundo tem coragem de sair de casa em plena pandemia para ser esculachado pelos jurados; 2) o grande volume de participantes —são oito diferentes a cada semana.

Com isso, às vezes parece que o staff da Band foi pegando qualquer um que estivesse desrespeitando a quarentena pelas ruas de São Paulo.

Um exemplo luminoso é o rapaz que mora em uma república que "quase nem tem panela" e preparou um macarrão à carbonara absolutamente desprovido de bom senso. E não foi o único. Seus colegas também não foram muito melhores.

O destaque da semana foi Karoline, capitã da PM. Mesmo apresentando um camarão sujo, sem tirar suas tripas com fezes, sob a justificativa de que era apenas "para decoração", ela conseguiu vencer a rodada —graças ao baixíssimo nível dos concorrentes.

É notório que Jacquin, Paola e Fogaça tiraram o pé do acelerador nos últimos episódios, para tentar viabilizar alguma justificativa razoável para não terminar sempre em W.O., o que seria mais justo.

O clima da temporada chega a lembrar um parque temático em que transeuntes e populares têm a oportunidade de passar pela experiência de participar do Masterchef, mas sem concorrer de verdade.

Faz falta a sinceridade cáustica do trio, ainda mais quando é clara e cristalina a absoluta falta de habilidade dos envolvidos. Mas o programa segue divertidíssimo.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL