PUBLICIDADE
Topo

De Férias com o Ex: Pedido de casamento deveria render punição severa

Detonator no De Férias com o Ex Brasil (Reprodução: MTV) - Reprodução / Internet
Detonator no De Férias com o Ex Brasil (Reprodução: MTV) Imagem: Reprodução / Internet
Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002.

Colunista do UOL

07/08/2020 12h35

O último episódio da sexta temporada do De Férias com o Ex ultrapassou todos os limites do bom senso. Mas não do jeito que gostamos. Não estou falando de consumo desmedido de bebidas alcoólicas, tampouco do sexo sem limites ou tretas fortuitas. Assistimos ao programa por esses fatores.

Para o completo choque da família brasileira, aconteceu um pedido de casamento em pleno reality de pegação.

A cidadã conhecida como Mayara aproveitou o apagar das luzes da passagem por Jericoacoara para engatar um noivado com seu ex. Foi um dos arcos narrativos mais esquisitos da história da atração, muito por conta da aparente inadequação de Natan, um sósia do Detonator, vocalista do Massacration.

Ora, mas tal pedido deveria render uma punição severa por parte da produção. Como assim alguém entra no De Férias com o Ex e sai com uma aliança no dedo? Trata-se de uma profunda perversão nos preceitos que levaram fama e fortuna para o formato.

O mundo está se transformando, o progresso é inevitável. Mas será que é pedir muito uma temporada mais conservadora do programa, com as altas doses de sacanagem e desinteligência com as quais nos acostumamos?

Desde já, ansioso pelo ano que vem.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL