PUBLICIDADE
Topo

Arte Fora do Museu

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

A disputa entre Banksy e o governo britânico por uma prisão

Conteúdo exclusivo para assinantes
Andre Deak / Felipe Lavignatti

O projeto Arte Fora do Museu nasceu em 2011 com os pesquisadores e jornalistas Andre Deak e Felipe Lavignatti, como um levantamento de obras de arte nas ruas da cidade de São Paulo. Hoje em mais de 500 cidades do mundo, milhares de obras e centenas de artistas, é um guia de arte urbana que inclui arquitetura, escultura, graffiti e mural. Andre Deak e Felipe Lavignatti são também sócios na produtora Liquid Media Lab, com projetos de comunicação digital, arte e diversos trabalhos no campo da inovação.

Colunista do UOL

20/01/2022 18h41Atualizada em 20/01/2022 18h41

No começo do ano passado circulou nas redes mais um trabalho de Banksy. A obra em questão era o desenho de um prisioneiro fugindo em uma corda de lençóis amarrados a uma máquina de escrever. A parede onde ainda resiste essa pintura era de fato uma casa de detenção até 2013 na Inglaterra. A prisão de Reading, que tem um valor histórico e cultural imenso mesmo antes da intervenção do artista, corre o risco agora de virar um condomínio privado.

Visitante tira foto de obra de Banksy em Reading - Ming Yeung/Getty Images - Ming Yeung/Getty Images
Visitante tira foto de obra de Banksy em Reading
Imagem: Ming Yeung/Getty Images

O Ministério da Justiça do Reino Unido, responsável pelo espaço, o colocou à venda no final de 2019. Duas propostas foram rejeitadas e o local foi colocado novamente no mercado em junho do ano passado. A oferta de 2,6 milhões de libras do Reading Borough Council para transformar o local em um centro de artes foi rejeitada e o Ministério da Justiça diz que está considerando novas licitações.

Aqui que entra novamente Banksy. O artista está vendendo o estêncil que pintou na lateral da prisão de Reading em uma tentativa de salvar a antiga prisão de cair na mão da iniciativa privada e virar mais um conjunto de condomínios. A receita de sua venda, que deve chegar a mais de 10 milhões de libras, apoiará a oferta do Reading Borough Council.

O Ministério da Justiça não se manifestou sobre a iniciativa do artista e já afirmou que todas as ofertas já foram recebidas e estão sendo analisadas, sem espaço para novos pretendentes. A agora extinta prisão, que foi permanentemente fechada em 2013, tem um significado histórico de arte como o local onde o dramaturgo Oscar Wilde foi detido por atentado violento ao pudor entre 1895 e 1897. A associação de Wilde com o edifício levou-o a ser descrito pelo conselho de Reading como um patrimônio LGBT.

O valor histórico e artístico é inegável. A obra de Banksy segue ali como um sinal de seu valor e de que o artista tem interesse em transformar um espaço que já foi de detenção em uma casa das artes. Por enquanto, o governo britânico não se pronunciou e não há notícias sobre novas ofertas pelo local. O preço oferecido para transformar em um centro cultural é grande. Resta saber se o que decidirá seu futuro vai ser o valor oferecido ou o destino que será dado ao prédio.

Mapa com a localização de algumas obras de Banksy