PUBLICIDADE
Topo

Arte Fora do Museu

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

O mural de 120 mil euros que corre o risco de ser apagado em Barcelona

Keith Haring ao lado de uma de suas obras - Reprodução/Instagram
Keith Haring ao lado de uma de suas obras Imagem: Reprodução/Instagram
Andre Deak / Felipe Lavignatti Felipe Lavignatti

O projeto Arte Fora do Museu nasceu em 2011 com os pesquisadores e jornalistas Andre Deak e Felipe Lavignatti, como um levantamento de obras de arte nas ruas da cidade de São Paulo. Hoje em mais de 500 cidades do mundo, milhares de obras e centenas de artistas, é um guia de arte urbana que inclui arquitetura, escultura, graffiti e mural. Andre Deak e Felipe Lavignatti são também sócios na produtora Liquid Media Lab, com projetos de comunicação digital, arte e diversos trabalhos no campo da inovação.

Felipe Lavignatti

Colunista do UOL

07/06/2021 12h27

Resumo da notícia

  • Poucas obras de Keith Haring ainda resistem nas ruas
  • Mural de Barcelona está em uma casa de bilhar
  • Dono do estabelecimento alega que o mural é dele
  • Prédio deve ser demolido para construção de casa de repouso

Keith Haring foi um dos primeiros artistas de graffiti a transcender o ambiente da rua e ser reconhecido pelo mundo das artes plásticas. Vítima da AIDS, Haring morreu em 1990, mas deixou algumas obras que ainda sobrevivem nas ruas do mundo todo (inclusive uma em São Paulo, no Centro Cultural Tendal da Lapa). Pela raridade desses exemplares, seria esperado que todos eles tivessem um cuidado para sua preservação. Não é o caso de sua única pintura em Barcelona, Espanha, que apesar de estar avaliada em 120 mil euros, corre o risco de desaparecer.

Haring visitou Barcelona em 1989, poucos meses antes de sua morte, e pintou algumas paredes na cidade. Com as obras das Olimpíadas de 1992, muitas foram apagadas. Essa última pintura, uma criança-flor, resiste em uma parede de uma cabine de DJ pertencente a um antigo clube da cidade. Justamente no ano olímpico, o clube fechou e 3 anos depois o espaço reabriu como uma casa de bilhar. Sua preservação estava garantida pelo locatário até agora.

Club Billares Ars em Barcelona com logo de Keith Haring - Reprodução/Facebook - Reprodução/Facebook
Club Billares Ars em Barcelona com logo de Keith Haring
Imagem: Reprodução/Facebook

O plano dos proprietários do prédio é derrubar as atuais instalações para a construção de uma casa de repouso. Um arquiteto frequentador do bilhar foi quem alertou as autoridades do risco de se perder uma obra de arte de tanto valor. Agora estão em uma corrida contra o tempo para a inclusão do mural no catálogo do patrimônio cultural catalão para evitar que se perca o único desenho de Keith Haring que sobrevive em Barcelona

Com a preservação do mural, fica a questão de qual será seu destino. O proprietário do bilhar alega que pertence a ele, pela preservação durante todo esse tempo e pelo contrato de locação que permite remover as pinturas das paredes. Outros defendem que a obra seja abraçada pela cidade e exposta em algum outro lugar. Tudo isso ainda precisa ser definido e como ela poderá ser removida sem que haja algum dano. Enquanto isso, a criança-flor de Keith Haring segue ilustrando as noites do clube de bilhar, sem que ninguém saiba qual será seu destino.

Para conhecer as obras de Keith Haring pelo mundo, visite a página do artista no Arte Fora do Museu.