PUBLICIDADE
Topo

Aline Ramos

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Estreia do 'Domingão com Huck' antecipa melancolia do fim do domingo

Luciano Huck em estreia do "Domingão com Huck" - Reprodução/TV Globo
Luciano Huck em estreia do 'Domingão com Huck' Imagem: Reprodução/TV Globo
Conteúdo exclusivo para assinantes
Aline Ramos

Aline Ramos é jornalista, mas tá mais pra palpiteira, por isso cria conteúdo na internet desde 2014. Você com certeza já fez algum teste dela no BuzzFeed, onde foi redatora por dois anos. É especialista em diversidade e dá consultoria para marcas em temas como raça e gênero. Mas o que ama mesmo é escrever sobre entretenimento e dar opinião sobre tudo, se bobear até sobre a sua vida.

Colunista do UOL

05/09/2021 22h12

Os finais de domingo costumam ser melancólicos desde que nos conhecemos por gente. Quando o Fantástico se aproxima do fim, não tem ser vivo no Brasil que não seja acometido por uma tristeza inexplicável. Como não há nada ruim que não possa piorar, a estreia do "Domingão com Huck" veio para antecipar o clima taciturno que antecede a segunda-feira.

Não tenho dúvidas de que essa não era a intenção de Luciano Huck logo em sua chegada aos domingos na Globo, mas a escolha por iniciar o novo programa com o clássico quadro "Quem Quer Ser Um Milionário?" não empolgou e frustrou as emoções do telespectador logo de cara.

O candidato ao prêmio de R$ 1 milhão tinha uma história exemplar, mas zero carisma. Acompanhar as perguntas se tornou um suplício, já que ele dava uma palestra a cada questão. Mas nem tudo é culpa dele, já que o quadro é idêntico ao que víamos por anos aos sábados.

Já o "Show dos Famosos" prometia ser o grande momento do "Domingão". Com um júri de peso e participantes marcantes, não tinha como dar errado. Mas deu, e muito. Huck estava mais solto ao vivo, mas os erros técnicos o atrapalharam por diversas vezes.

As ótimas apresentações de Margareth Menezes, Glória Groove e Fiuk aliviaram a sensação de derrota, mas foi triste assistir alguém ter os planos frustrados ao vivo em sua aguardada estreia.

Quando o "Domingão" chegou ao final, nem mesmo Alcione levantou o astral. O "Fantástico" estava para começar e não tinha mais saída. Estávamos tristes antes mesmo de ver as notícias da semana.

Que fase.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL