PUBLICIDADE
Topo

Aline Ramos

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Galisteu foi a voz do público na lavação de roupa suja do Power Couple

Reprodução/Record TV
Imagem: Reprodução/Record TV
Conteúdo exclusivo para assinantes
Aline Ramos

Aline Ramos é jornalista, mas tá mais pra palpiteira, por isso cria conteúdo na internet desde 2014. Você com certeza já fez algum teste dela no BuzzFeed, onde foi redatora por dois anos. É especialista em diversidade e dá consultoria para marcas em temas como raça e gênero. Mas o que ama mesmo é escrever sobre entretenimento e dar opinião sobre tudo, se bobear até sobre a sua vida.

Colunista do UOL

23/07/2021 03h39

Na noite de quinta-feira (22), o Power Couple entregou um dos melhores episódios da atual temporada. Apelidada de Quebra Power, a lavação de roupa suja entre o elenco serviu como uma injeção de ânimo para o público, que andava um pouco desanimado com a reta final morna do reality show.

Adriane Galisteu foi fundamental para o sucesso do Quebra Power. Após mediar diversas brigas intensas entre os casais por meses, mostrou mais uma vez por que foi a escolhida para apresentar o Power Couple - e também a próxima edição de A Fazenda. Com segurança, aprofundou debates importantes que marcaram a temporada e tocou nos pontos que a audiência queria. Com isso, foi a voz do público no programa.

Vítima x vitimista

De forma direta, a apresentadora questionou os dois casais finalistas - Déborah e Bruno e Mari e Matheus - quem era a vítima entre eles, que tiveram uma série de desentendimentos. A pergunta deu a oportunidade para ambos os lados reafirmarem posições e conversarem com o público.

Se os casais não tiraram da boca as palavras "vítima" e "vitimismo" durante a temporada, as torcidas não fizeram diferente do lado de fora. Essa é uma questão importante para quem vota e, dependendo do ponto de vista apresentado, pode mudar o rumo da final.

Quem quer palco?

Outra boa e acalorada discussão trazida de volta pelo Quebra Power foi sobre os participantes usarem ou não o programa como palco. O vídeo da briga é didático e abre um debate amplo e filosófico sobre o que é um reality show. Lendo até parece chato, mas é difícil esse elenco falar sobre isso sem brigar. Sorte nossa.

Delicadeza e precisão

A saída precoce de alguns participantes polêmicos deixou muitas histórias mal resolvidas. Galisteu soube tocar nelas com delicadeza e precisão. Não teve uma questão que passou batida. Mas mexer em feridas abertas arde, né?

A apresentadora precisou controlar os ânimos, definir o tempo de fala de cada um, dar bronca em quem gritava por cima quando o outro estava falando, entre outras tarefas difíceis, ainda mais em um programa ao vivo. Novamente, ela segurou as pontas.

Em meio a esse tanto de caos, Adriane Galisteu foi o destaque da noite. Ver como ela amadureceu como apresentadora é uma boa notícia para A Fazenda. E depois dessa noite de Quebra Power, ela pode mediar até o próximo debate presidencial.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL