PUBLICIDADE
Topo

Aline Ramos

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Comportamento de Karol Conká e Lumena não te dá o direito de ser racista

Reprodução / Globoplay
Imagem: Reprodução / Globoplay
Aline Ramos

Aline Ramos é jornalista, mas tá mais pra palpiteira, por isso cria conteúdo na internet desde 2014. Você com certeza já fez algum teste dela no BuzzFeed, onde foi redatora por dois anos. É especialista em diversidade e dá consultoria para marcas em temas como raça e gênero. Mas o que ama mesmo é escrever sobre entretenimento e dar opinião sobre tudo, se bobear até sobre a sua vida.

Colunista do UOL

15/02/2021 20h30

Karol Conká e Lumena Aleluia são as protagonistas às avessas do BBB 21. As conversas sobre o programa geralmente giram em torno delas, mas o público mal vê a hora de eliminar as duas, o que é compreensível.

O poder de articulação, manipulação e distorção dos fatos fez com que Karol e Lumena ganhassem muito mais antipatia do público do que os colegas de confinamento. Um dos principais motivos para a rejeição é o fato da dupla usar causas importantes dos movimentos negro e feminista para justificar picuinhas com outros moradores da casa.

Só que tem gente aproveitando a onda de críticas ao comportamento de Karol e Lumena para ser racista. Basta olhar alguns comentários nas redes sociais e até mesmo nos perfis das duas para encontrar xingamentos com termos pesados e que incluem a cor delas para ofender.

Confuso, não é? Reprovam as duas por banalizar debates importantes sobre racismo, mas se aproveitam disso para serem racistas. Não importa o que elas tenham feito, nada justifica esse tipo de ofensa.

Thelma Assis, campeã do BBB 20, teve uma postura totalmente diferente da dupla da atual edição e mesmo assim foi alvo de ataques racistas. Ou seja, ser "boa" ou "má" não importa muito. Se você é uma mulher negra, sempre arrumam um motivo para ofender a sua raça ou cor.

Quando se trata de racismo, não existe "mas" e nem "porém". Racismo com quem você não gosta também é racismo. Não há negros que merecem xingamentos racistas e outros não. Não busque desculpas para o racismo, tente combatê-lo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL