PUBLICIDADE
Topo

Aline Ramos

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

BBB 21: Erros de Lumena não podem invalidar debates sobre preconceitos

Reprodução / Globoplay
Imagem: Reprodução / Globoplay
Aline Ramos

Aline Ramos é jornalista, mas tá mais pra palpiteira, por isso cria conteúdo na internet desde 2014. Você com certeza já fez algum teste dela no BuzzFeed, onde foi redatora por dois anos. É especialista em diversidade e dá consultoria para marcas em temas como raça e gênero. Mas o que ama mesmo é escrever sobre entretenimento e dar opinião sobre tudo, se bobear até sobre a sua vida.

Colunista do UOL

11/02/2021 17h00

Lumena Aleluia é uma das participantes mais controversas da história do BBB. Com opiniões firmes e causas bem definidas, a psicóloga demonstrou desde o primeiro minuto de programa que tinha uma personalidade "forte".

Porém, Lumena caiu na própria armadilha e demonstrou que às vezes o preconceito e a incoerência estão nela e não necessariamente naqueles que critica. No BBB, ela usa causas sociais importantes para justificar pequenos conflitos de convivência e determinar o que seus colegas de confinamento podem ou não fazer.

A atitude autoritária da psicóloga gerou uma série de memes que tomaram as redes sociais e os programas de televisão. A cantora Luisa Sonza entrou na onda:

O nome de Lumena também se tornou verbo e "lumenou" passou a ser utilizado para as situações em que as pessoas "problematizam demais".

"Lumenou"

Por mais engraçado que o meme seja, há quem esteja usando o nome da psicóloga para diminuir a importância de causas sociais. Ainda que Lumena seja hipócrita em vários momentos do programa, as atitudes dela não definem as pessoas que lutam contra diversos tipos de preconceito.

Nas últimas semanas, pessoas que são referências em diversas causas passaram a ser perseguidas e atacadas gratuitamente na internet. Elas não aprovam o comportamento de Lumena, mas mesmo assim são comparadas com a psicóloga.

Também há diversos relatos de pessoas negras que têm sido constrangidas por conta das atitudes da psicóloga. É como se todos os negros tivessem que responder pelos erros de uma única pessoa negra.

Impacto do BBB 21

Existe uma preocupação sobre os rumos dos debates de raça, gênero e sexualidade após o impacto do BBB 21. Não há dúvidas de que Lumena e Karol Conká estão prestando um desserviço para a sociedade ao banalizar discussões importantes. Porém, arrisco dizer que o problema não está no BBB, mas em quem usa Lumena como argumento para invalidar e barrar qualquer discussão ou reflexão sobre racismo, machismo, homofobia e transfobia.

Lumena tem sido apenas a desculpa da vez para quem não acha válido debater sobre desigualdades, de diversos tipos, na sociedade. Hoje, usam a psicóloga como argumento. Amanhã, o bode expiatório poderá ser outro. Afinal, há muitas pessoas negras incoerentes e hipócritas por aí, da mesma forma que existem as brancas, indígenas e asiáticas com as mesmas características.

Exemplos positivos

A participação de pessoas militantes no BBB não começou com Lumena. Há bons exemplos no passado, como Gleici Damasceno, campeã do BBB 18. Na edição de 2019, Gabriela Hebling chamou atenção por falar de temas espinhosos com muita paciência e didática. No ano passado, Babu Santana impactou muita gente com conversas profundas sobre racismo.

Lumena pode até ser um exemplo do que não fazer em discussões sobre raça e outros temas importantes, mas jamais deve ser colocada como única representante e exemplo de toda a população negra e muito menos de qualquer pessoa que ouse falar sobre algum tipo de preconceito. Usar e definir Lumena dessa forma é só mais um jeito de ser racista.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL