PUBLICIDADE
Topo

Gusttavo Lima x Andressa Suita: existe ética para terminar uma relação?

Reprodução / Internet
Imagem: Reprodução / Internet
Aline Ramos

Aline Ramos é jornalista, mas tá mais pra palpiteira, por isso cria conteúdo na internet desde 2014. Você com certeza já fez algum teste dela no BuzzFeed, onde foi redatora por dois anos. É especialista em diversidade e dá consultoria para marcas em temas como raça e gênero. Mas o que ama mesmo é escrever sobre entretenimento e dar opinião sobre tudo, se bobear até sobre a sua vida.

Colunista do UOL

13/10/2020 22h14

Quando o assunto é relacionamento, é difícil encontrar unanimidade. Cada casal tem as suas regras de convivência, seus gostos e um jeito de levar a relação. Mas e quando se trata de um término? Existe uma ética para seguir?

Como você já deve saber, o cantor Gusttavo Lima anunciou a separação da modelo Andressa Suita na última sexta-feira (9). Porém, essa história ainda está longe de sair da boca do povo. Na manhã desta terça-feira (13), Andressa Suita postou uma série de vídeos contando como o término foi inesperado para ela.

Algo que chama atenção no relato da modelo é o fato dela ter sido acordada de MADRUGADA por Gusttavo para ouvir que não dava mais para os dois seguirem juntos.

A gente tinha acabado de chegar de uma viagem familiar e, na madrugada de domingo para segunda, eu fui acordada e comunicada que não dava mais para a gente continuar como casal. Sem qualquer queixa, sem nenhum motivo e sem abertura para eu poder salvar nosso casamento.

Gusttavo Lima, definitivamente, conseguiu transformar um momento difícil num pesadelo. E a atitude do cantor certamente não foi aprovada nas redes sociais. E com razão.

Até porque o sono é sagrado.

A coisa é tão séria que tem gente dizendo que não responde por si se passar pelo mesmo.

Até o momento, eu não vi uma alma viva defendendo a forma que Gusttavo Lima utilizou para terminar com Andressa Suita. Será que podemos considerar esse exemplo do cantor como uma regra para o manual de ética dos relacionamentos?

Esse caso também me lembrou das tantas histórias de pessoas que ficaram sabendo do término de seus relacionamentos por WhatsApp, telefone, e-mail ou até por outra pessoa.

A pior de todas eu vi no reality show brasileiro "O Crush Perfeito", da Netflix. No caso, a namorada decidiu terminar o relacionamento com um rapaz e ligou para um amigo dele avisando que o namoro tinha acabado e que seria legal ele dar uma força para o ex-namorado. Só que ela não avisou para o ex que ele era ex. O rapaz só ficou sabendo que estava solteiro quando o amigo ligou para consolá-lo.

Antes de começar um relacionamento, todo mundo deveria assinar um código de ética em que esse tipo de coisa é proibida. Relacionamentos às vezes não são para sempre, mas não precisam acabar desse jeito.

Andressa reclamou que não teve oportunidade de "salvar o casamento", mas se o outro não quer, não tem por que insistir. Onde um não quer, dois não brigam, não casam e não continuam juntos.

Pode ser pelo motivo que for, mas pelo amor de tudo o que é sagrado: tenha o mínimo de consideração pela outra pessoa quando for terminar um relacionamento.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.