PUBLICIDADE

Topo

Sexoterapia #69: Day Feitoza e a diferença de empoderada e autossuficiente

09/02/2022 21h30

Quem assistiu ao reality show "Casamento às Cegas" e viu Dayanne Feitoza mostrar em rede nacional toda a intensidade, força e fragilidade, pode ter ficado confusa num primeiro momento. Afinal, ainda se acredita que uma mulher empoderada deve ser, obrigatoriamente, autossuficiente. Mas, para Day, assumir toda essa complexidade é sinal de boa autoestima. "Eu sempre tive essa outra visão, eu sempre entendi como coisas completamente diferentes", afirma. Day Feitoza foi a segunda convidada da 9a temporada do programa Sexoterapia, de Universa/UOL.

Na conversa com a jornalista e editora Bárbara dos Anjos Lima e a psicóloga clínica, terapeuta e educadora sexual Ana Canosa, nesta quarta-feira (9), Day mostrou estar com a autoestima em dia. "Eu posso sim ser uma mulher forte, eu posso ir atrás do que eu quero com toda a garra, com toda a força, saber os meus limites, mas em paralelo a isso, ter o meu lado romântico e querer, sim, uma relação". (veja no vídeo acima a partir de 8:58)

Para Ana Canosa, a confusão empoderamento e autossuficiência é problemática, pois é uma ideia que está relacionada a um modelo antigo, da figura masculina tradicional. "Afinal de contas, a gente só cresce a partir do relacionamento com o outro. Então a autossuficiência não tem nada a ver com empoderamento e autoestima. São conceitos completamente diferentes", afirma a especialista. (a partir de 6:07).

Day também deu dicas para as ouvintes que enviaram suas histórias para o quadro "Manda casos". Ela contou que já sofreu um relacionamento abusivo e que, depois, se fechou para o amor para se proteger, ficando quatro anos sem se relacionar com ninguém. "Você acaba criando uma redoma em torno de você, e entende que a maneira de se proteger é não deixar ninguém mais se aproximar. Mas a verdade é que nenhuma relação é igual a outra, e nenhuma pessoa é igual a outra", afirma. (aos 35:48 no vídeo acima)

Esses aprendizados, unidos a muita terapia e autoconhecimento, também ajudaram Day no "Casamento ás Cegas", quando o relacionamento com Rodrigo Vaisemberg começou a dar errado. "Dentro do programa, quando aquelas situações começaram a acontecer, eu percebi muito rápido o que estava acontecendo, essa questão de tentar manipular, tentar fazer com que você seja do jeito que agrada", conta. "Eu percebi muito rápido que aquilo não era para mim e tudo bem". (aos 36:07 no vídeo acima)

Para Day, que está vivendo um novo relacionamento, o grande segredo é muita conversa e acolhimento. "A convivência com o outro requer que você entenda e acolha, não é só respeitar, é acolher, porque o outro vai trazer questões e você tem que ouvir", finaliza. (a partir de 45:28).

O Sexoterapia pode ser acompanhado ao vivo, todas as quartas-feiras, às 19h30, na página principal do UOL, no Youtube de Universa e no Tik Tok de Universa —na sequência, a versão em áudio estará disponível também nas plataformas de podcast.

Nesta 9ª temporada, o foco será nas convidadas: a cada programa receberemos uma nova famosa para uma conversa sobre sexualidade e relacionamentos.

Os podcasts de UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição de áudio. Você pode ouvir Sexoterapia em plataformas como Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music, Youtube e TikTok —nestes dois últimos, também em vídeo.