PUBLICIDADE

Topo

Sexoterapia #51: Amizade colorida: como viver esse sexo sem compromisso?

Mais Sexoterapia
1 | 25
Siga o UOL Mov no

De Universa

20/05/2021 04h00

No primeiro episódio da sétima temporada, a sexóloga Ana Canosa e a editora de Universa Bárbara dos Anjos Lima falam sobre amizade colorida: como manter uma amizade e fazer sexo, ao mesmo tempo, sem compromisso?

Amigo colorido, amizade com benefícios, PA (o famoso pau amigo)... o tema da amizade entre pares já foi discutido diversas vezes no cinema, na literatura, entre especialistas? Mas parece que ninguém conseguiu uma resposta definitiva: afinal de contas é possível manter uma amizade e fazer sexo com a mesma pessoa, sem compromisso? É sobre isso que refletimos e trazemos casos de ouvintes para debater essa semana.

Um dos casos ouvidos e tratamos no programa é o da ouvinte Andreia, de 34, de São Paulo (SP):

"Sempre fui muito próxima desse meu amigo do trabalho. Falamos das nossas vidas amorosas sem encanação e nunca rolou nenhum sentimento romântico. Porém, sempre que bebemos sozinhos, sinto que rola uma faísca. Quando ele namorava, a gente até evitava ficar alcoolizado junto. Evito abraçar e chegar muito perto quando sei que estamos nessa vibe de pegação mútua. Já teve vez que eu literalmente fugi dele em uma festa da empresa. E agora, durante a pandemia, parece que esse fogo aumentou. Talvez seja a carência, mas o fato é que, nas vezes que nos vimos na minha casa, sinto que se não fosse o distanciamento social, teria rolado algo a mais. Mas e o medo de estragar a nossa relação? Ele é com quem eu desabafo sobre o dia a dia na empresa, não quero perder essa relação e ombro amigo. No entanto, seria uma ótima saída para a seca, já que confio nele. Tenho receio, também, de ele achar que estou apaixonada, sendo que queria apenas alguém para transar. Fico pensando se é melhor abordar esse assunto em uma conversa franca ou se deixo rolar na próxima vez que tomarmos um vinho juntos no sofá dele."

Ana Canosa afirma que que esse tipo de medo é muito comum. "Ela tem receio de perder o amigo. E sim, amizade é uma coisa muito cara para gente, é difícil encontrar bons amigos. Por outro lado, a vida não é blocada assim. A amizade também é um componente importante de um relacionamento afetivo-sexual. O sexo pode atrapalhar essa relação na medida em que entram outros sentimentos que afetariam o relacionamento de amizade deles mas ao mesmo tempo vale a pena dar uma chance a esse desejo para ver o que acontece", aconselha.

Escute esse e mais outros casos e reflexões sobre como o desejo sexual pode afetar uma amizade no episódio da semana.

Acompanhe o Sexoterapia

Os novos episódios do podcast Sexoterapia, que fala de sexo e relacionamento, são publicados às quartas-feiras, às 19h. A sétima temporada se dedica a falar sobre os personagens de nossas vidas amorosas. A apresentação fica a cargo da jornalista Bárbara dos Anjos Lima, editora de Universa, e da psicóloga e sexóloga Ana Canosa.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição de áudio. Você pode ouvir Sexoterapia, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube —neste último, também em vídeo.