PUBLICIDADE

Topo

Vai Ter Churras

Churrasco simples e divertido apresentado por Bruno Salomão


Como fazer espetos de carne e linguiça iguais aos das churrascarias

Mais Vai Ter Churras
1 | 25
Siga o UOL Nossa no

De Nossa

07/10/2021 11h00

Tem coisa mais "com cara de churrascaria" que espeto corrido? A tradição das carnes que rodam o salão equilibradas pelos garçons começou no Brasil em meados de 1960.

O conceito de comer à vontade cortes sempre quentinhos se espalhou pelas beiras das estradas, tornou-se um ícone dos caminhoneiros e não demorou a conquistar o mundo.

Você também foi fisgado por essa paixão? Então a boa notícia é que, neste "Vai Ter Churras", Bruno Salomão prova que o espeto também dá bons resultados no churrasco caseiro feito com picanha, miolo de acém e linguiça.

Os cortes e a brasa

Vai Ter Churras | Espeto - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Picanha: espeto corta gordura de lado a lado formando meia-lua
Imagem: Mariana Pekin/UOL

A picanha de 1,5 quilos é cortada em pedaços de três dedos. Eles são ajeitados no espeto simples para formar aquelas bonitas meias-luas de gordura, como na foto acima.

O miolo de acém, dividido em duas partes de 1 quilo cada, fica preso no espeto duplo, assim como os 2 quilos de linguiça toscana que, para manter a estrutura, mergulha antes em água fervente.

Com o carvão em brasa, o objetivo é posicionar as carnes num calor intenso. Para saber se está quente o suficiente, a dica é colocar a mão e contar. A ideia é que a temperatura seja suportável só até chegar no número seis.

A picanha e o acém devem dourar em cerca de seis minutos. Depois, basta virar e deixar caramelizar do outro lado.

Igual às churrascarias

Vai Ter Churras | Espeto - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Lasquinha de carne: ideia é fatiar camada dourada e voltar para o fogo
Imagem: Mariana Pekin/UOL

Na década de 1960, as carnes não tinham a mesma qualidade que atualmente. Sem os cuidados de criação e os entendimentos sobre raças de hoje, as peças exibiam uma textura rígida.

A estratégia da época para agradar os clientes era cortar a carne em lâminas finas, economizando "mastigadas" extras do público.

Como o tamanho das fibras diminui, a carne fica mais macia na boca".

Vai Ter Churras | Espeto - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Linguiça: passa pela água fervente antes de ir pra churrasqueira
Imagem: Mariana Pekin/UOL

Por isso, para fazer igual às churrascarias, tire os espetos assim que o exterior estiver selado (brilhante e em tom marrom) e fatie só a parte de fora com uma faca afiada.

Sirva os pedaços aos primeiros sortudos e volte o espeto para realizar o mesmo processo de caramelização quantas vezes for necessário até a peça chegar ao fim.

Personalidade na salada de batata

Vai Ter Churras | Salada de batata - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Texturas: batata metade amassada e metade inteira
Imagem: Mariana Pekin/UOL

A sugestão de acompanhamento de Bruno é a salada de batata americana. O truque para garantir diferentes texturas está em dividir a batata pré-cozida em duas porções.

A primeira é amassada com leite, creme de leite e manteiga. Já a segunda entra só no final para se manter em quadradinhos. No sabor, o toque especial fica a cargo do salsão, do ovo e do picles. Além de pedaços de pepino, a proposta é adicionar também o caldo da conserva.

É uma acidez mais leve que a do vinagre e do limão e oferece um contraponto à gordura".

Clique na imagem abaixo e confira a receita completa.

Salada de batata americana

Dificuldade Fácil
Ver receita completa

Fique ligado!

Confira todas as quintas um novo episódio no site de Nossa, no UOL Play ou no YouTube de Nossa (inscreva-se já para receber as atualizações fresquinhas). E acompanhe mais conteúdos no Instagram de Nossa. Assista também às duas primeiras temporadas e veja Bruno Salomão ensinar os conceitos básicos para os churrasqueiros de primeira viagem e muitas receitas saborosas.