PUBLICIDADE

Topo

Vai Ter Churras

Churrasco simples e divertido apresentado por Bruno Salomão


Porco à pururuca crocante e suculento usa forno e churrasqueira; assista

Mais Vai Ter Churras
1 | 25
Siga o UOL Nossa no

De Nossa

01/10/2021 10h30

Prepare-se para abrir o apetite porque neste "Vai Ter Churras" Bruno Salomão faz uma pururuca de barriga de porco, bem crocante, para ser servida com gotinhas de limão.

O acompanhamento também faz bonito: batata assada direto na brasa e recheada de cream cheese, muçarela e bacon fritinho. Aposto que deu água na boca.

O especialista usa um pedaço da barriga suína, também conhecida como pancetta, completo: com carne, gordura entremeada e pele, também chamada de couro.

Vai Ter Churras | Pururuca - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Imagem: Mariana Pekin/UOL

O grande segredo da textura final está em secar bem a pele com papel toalha, furar toda a superfície com uma faca (sem alcançar a carne) e não deixar nenhum líquido encostar nela.

Portanto, somente o outro lado da peça será temperado.

Para cada quilo de carne, Bruno mistura uma pitada de cominho, meia colher de chá de alecrim fresco picado, uma colher de sopa de tempero completo - aprenda aqui - mais sal e pimenta-do-reino a gosto.

Vai Ter Churras | Pururuca - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Imagem: Mariana Pekin/UOL

Essa pastinha saborosa é colocada sobre um papel alumínio grosso que, dobrado ao meio, deve ter aproximadamente duas vezes o tamanho do seu corte.

A ideia é apoiar a carne da pancetta sobre o tempero e dobrar o resto do papel, subindo pelas laterais da barriga e fazendo uma espécie de "roupinha". Ou seja, só o couro ficará para fora.

Sal grosso para valer

Vai Ter Churras | Pururuca - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Imagem: Mariana Pekin/UOL

Como dito lá no começo, a pele do porco precisa estar seca para "pururucar". E o sal grosso é o melhor amigo de quem quer desidratar um alimento.

Com a barriga "vestida" de papel alumínio e a carne protegida, jogue uma quantidade boa do ingrediente sobre a pele.

Não é pra ter mão leve, não. É para cobrir mesmo com sal grosso. Quanto mais colocar, mais sequinha fica.

Forno e churrasqueira

A "Dica de Ouro" do programa é começar a cocção da barriga no forno. "O calor de convecção vai assar e cozinhar a carne ao mesmo tempo que desidrata a pele".

Vai Ter Churras | Pururuca - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Imagem: Mariana Pekin/UOL

Pré-aqueça o forno a 180 graus e bote a pancetta. Ela deve ficar relaxando por lá entre uma e uma hora e meia, ou até ver que a pele sob o sal está bem avermelhada.

Tire os pedaços grandes de sal que se formaram por cima e transfira a carne para uma grelha jacaré, sem apertar muito. Leve à churrasqueira, na parte alta, por 15 minutos com o couro virado para cima.

Vai Ter Churras | Batata - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Imagem: Mariana Pekin/UOL

Vire a grelha ao contrário e espere de 30 a 40 minutos. Por fim, desça a peça para pertinho da brasa forte por 5 minutos.

Aí, a mágica acontece: no calor intenso, as últimas moléculas de água presas na pele evaporam com tudo, em alta velocidade, e deixam as marquinhas crocantes que a gente ama. Sirva com batata recheada.

Fique ligado!

Confira todas as quintas um novo episódio no site de Nossa, no UOL Play ou no YouTube de Nossa (inscreva-se já para receber as atualizações fresquinhas). E acompanhe mais conteúdos no Instagram de Nossa. Assista também às duas primeiras temporadas e veja Bruno Salomão ensinar os conceitos básicos para os churrasqueiros de primeira viagem e muitas receitas saborosas.