PUBLICIDADE

Topo

UOL Esporte

Dividida

Mauro Cezar Pereira entrevista personagens de destaque do universo esportivo


Título paulista do São Paulo aliviou pressão, mas já derreteu, diz historiador

Do UOL, em São Paulo

05/08/2021 15h00

O São Paulo venceu o Campeonato Paulista deste ano diante do Palmeiras e encerrou um jejum de títulos que durava desde a Copa Sul-Americana de 2012, ou o Campeonato Brasileiro de 2008 para aqueles que dão menor importância ao torneio internacional, mas o mau início no Brasileirão fez com que o torcedor não pudesse curtir tanto o título estadual.

Em entrevista a Mauro Cezar Pereira no programa Dividida, o historiador Alexandre Giesbrecht, que realiza pesquisas, publicou livros e produz conteúdo a respeito do São Paulo, clube pelo qual torce, analisa o impacto do título estadual para o Tricolor, se pode ser considerado que acabou o jejum de conquistas e como a campanha no Campeonato Brasileiro influencia na forma como lidam com o Paulistão.

"O jejum acabou. É obvio que se daqui 5 anos o São Paulo só tiver ganho esse Campeonato Paulista de 2021, vai ser meio diferente. É que nem o titulo da Sul-Americana de 2012, que às vezes fica meio perdido ali no meio. 'Ah, o São Paulo não ganhava nada fazia 12 anos'. Não, o São Paulo ganhou a Sul-Americana em 2012", afirma Alexandre.

"É obvio que um título paulista não é mesma coisa de um Brasileiro, de uma Libertadores, de um Mundial. Não dá nem para comparar, mas a questão é: é um titulo, é um titulo oficial. Não vou comparar também com a Copa Eusébio de 2013, que aí não tem nada que entrar nisso aí mesmo. Como todo título, ele é importante, só que tem seus graus de importância", completa.

O historiador afirma que o torcedor do São Paulo teve um grande alívio com a volta de um troféu para celebrar, mas vê que passados poucos meses do fim da competição, o efeito já ficou pelo caminho com as derrotas no Brasileiro.

"É para mim um título que aliviou uma pressão, uma pressão grande que já vinha de anos, mas você vê, um mês e meio depois e esse troféu já derreteu. Troféu de gelo,. como diz o Victor Birner. Não serviu. Na primeira má fase e, tudo bem, não foi uma má fasezinha, mas também não é uma fase que é totalmente inescapável e tudo o mais", afirma Alexandre

"Já não vale mais nada, você já vê, 'Fora Crespo' por ai, você já vê coisas assim, tipo questionamento de jogadores, o elenco. Tem gente, é aquele pessoal que eu falei que não sabe do que está falando, gente que há um mês e meio estava falando 'tem um grande elenco, grandes não sei o quê', e agora já está descendo lenha e todo jogador é vagabundo", conclui.

Na entrevista, ele também analisa times históricos do São Paulo, responde se Laudo Natel deu o Morumbi ao São Paulo quando governador, explica a origem do clube e analisa o que poderia ser feito com o Morumbi atualmente.

O Dividida vai ao ar às quintas-feiras, às 14h, sempre com transmissão em vídeo pela home do UOL e no canal do UOL Esporte no Youtube. Você também pode ouvir o Dividida no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e Amazon Music.


Um universo de conteúdo para assistir do seu jeito.

O Conto de Aia
Flack
Acende a Luz
De Férias com o Ex - Brasil
Schitts Creek
The Office
Patrulha Canina
Inimigos da HP