PUBLICIDADE

Topo

Thelminha relembra ligação anônima que revelou sua adoção: "Bem cruel"

Mais Cá Entre Nós
1 | 25
Siga o UOL Mov no

Do UOL, em São Paulo

27/10/2020 11h59

Vencedora do Big Brother Brasil 20, foi por meio de uma ligação anônima e "de forma bem cruel" que Thelma Assis descobriu que havia sido adotada por sua família. Ela deu detalhes dessa história para Yuri Marçal no "Cá Entre Nós" desta semana. Assista acima.

"Quando eu tinha 14 ou 15 anos, eu recebi um telefonema anônimo me contando que eu não era filha biológica da minha mãe. E contando de forma bem cruel, para me destruir mesmo", diz.

Segundo Thelma, ela já desconfiava da adoção, mas a ligação foi algo que a marcou. "Minha mãe só queria me contar quando eu tivesse 18 anos, foi uma opção dela. Ela achava que eu só teria maturidade para entender e aceitar isso aos 18", explica a médica anestesista.

Mas, apesar do choque, a descoberta não mudou sua relação com os pais adotivos. "Eu entendi que o que mais importa na vida de uma criança é o carinho, o amor, a formação de caráter. E eu soube valorizar isso, mesmo ali na adolescência", conta.

No "Cá Entre Nós", Thelma também falou de como tem sido a vida pós-BBB: "A melhor parte de ser milionária, para uma pessoa que já viveu com R$ 300 por mês, é saber que agora eu tenho um dinheirinho lá guardado e sendo investido para ajudar a minha família". Assista à íntegra:

No "Cá Entre Nós", Yuri Marçal recebe celebridades e influencers para entrevistas e brincadeiras, unindo o formato do talk show ao humor e irreverência pelo qual se tornou conhecido nas redes sociais, onde possui mais de 1,5 milhões de seguidores. O programa estreia novos episódios toda segunda-feira, às 16h.