PUBLICIDADE
Topo

Nossa Viagem

Dos clássicos aos hypados, 10 programas imperdíveis para fazer em Lisboa

Rua no bairro do Cais do Sodré, em Lisboa, Portugal  - Starcevic/Getty Images
Rua no bairro do Cais do Sodré, em Lisboa, Portugal Imagem: Starcevic/Getty Images

Do UOL

03/01/2020 04h00

Gastronomia excelente, cenário cultural efervescente, muita história e o fato de (ainda) ser uma das capitais mais baratas da Europa são características que fazem de Lisboa um dos destinos do momento no Velho Continente.

A capital do país passou por uma repaginada na última década, com revitalizações de prédios históricos que trouxeram um ar de modernidade à cidade. No reboque, "Lx", como é carinhosamente chamada pelos lisboenses, ganhou novos hotéis boutique, restaurantes estrelados e baladas hypadas.

Esta planejando uma viagem para Lisboa? Selecionamos para você dez programas fazer na capital de Portugal, de clássicos turísticos que não podem faltar no roteiro a novidades:

Mercado da Ribeira

O mercado da Ribeira foi comprado pela empresa Time Out, que mudou o nome do local - Getty Images
O mercado da Ribeira foi comprado pela empresa Time Out, que mudou o nome do local
Imagem: Getty Images

Apesar de o nome ter mudado para Time Out Market depois da aquisição pela famosa empresa homônima, é como Mercado da Ribeira que todos o chamam ainda. Bem ao lado da estação de metrô do Cais do Sodré, ele é uma ótima opção para apreciar comidas de todo canto do mundo e conhecer um pouco da história de Portugal.

O mercado é, digamos, uma espécie de refeitório aberto com dezenas de mesas e restaurantes. Você gasta pelo menos 15 minutos para decidir se come uma lagosta escolhida na hora, um tradicional bacalhau com batatas ao murro ou até um internacional hambúrguer gourmet.

O espaço nasceu em meados de 1600 como mercado abastecedor da capital, mas, com o grande terremoto de 1755 que destruiu grande parte da cidade, ele perdeu sua função. Foi apenas em 1882 que foi reinaugurado como o edifício que conhecemos hoje.

Lx Factory

A LX Factory é um espaço que une cultura, arte e gastronomia - Getty Images
A LX Factory é um espaço que une cultura, arte e gastronomia
Imagem: Getty Images

É um lugar descolado que você procura? Então a Lx Factory é seu destino ideal. Este espaço criado no local da antiga Companhia de Fiação e Tecidos Lisbonense é um dos pontos mais hypados da cidade. Ali você encontra contêineres redesenhados e obras de arte surrealistas em meio a calçadas de paralelepípedo.

São mais de 50 lojas e restaurantes, como a Amazingstore, primeira loja no conceito ecológico de artigos para o dia a dia em Portugal; e o restaurante Cucurico, que serve frangos portugueses nascidos e criados livremente no campo.

A Lx Factory é também ocupada por empresas e profissionais da moda, publicidade, comunicação, arte, arquitetura e música, o que gera uma dinâmica atraente para os visitantes sentirem-se em um polo criativo.

MAAT

No MAAT, além das obras de arte, você pode admirar a bela vista do Rio Tejo - Getty Images
No MAAT, além das obras de arte, você pode admirar a bela vista do Rio Tejo
Imagem: Getty Images

A principal atração do Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia é seu próprio edifício. Ele foi desenhado em um formato que permite chegar a pé até teto por escadarias nas laterais, como se estivesse subindo um moinho, para contemplar uma vista maravilhosa do rio Tejo.

Atravessando a passarela da estação de trem de Belém, você está a menos de cinco minutos a pé do MAAT. Vale conferir as exposições disponíveis. Mas atenção: tem dias nos quais a fila ganha proporções impossíveis para quem está com o tempo curto. Se for o seu caso, faça a subida até o topo e aproveite para comer um churro ou tomar uma cerveja nos quiosques do entorno admirando a linda construção.

Torre de Belém

A Torre de Belém é um dos pontos mais famosos de Lisboa - Getty Images/iStockphoto
A Torre de Belém é um dos pontos mais famosos de Lisboa
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Com 500 anos de história, este é um dos pontos mais tradicionais de Lisboa. A construção já foi forte, prisão, alfândega e até farol antes de virar ponto turístico.

Vale ressaltar que a Torre é apenas uma parte de uma série de passeios na região de Belém. Você pode aproveitar a ida para conhecer o Palácio Nacional de Belém, residência oficial do Presidente da República Portuguesa, e o Mosteiro dos Jerônimos, construído em 1496, um dos mais belos edifícios de Lisboa. Sua suntuosa igreja guarda os sarcófagos de Vasco da Gama e Luís de Camões, além de membros da família real.

Pastéis de Belém

Os portugueses não gostam quando confundem os pastéis de nata com os de Belém - Getty Images/iStockphoto
Os portugueses não gostam quando confundem os pastéis de nata com os de Belém
Imagem: Getty Images/iStockphoto

A receita do pastel de Belém já correu o mundo, mas poucos sabem que, na verdade, comeram o pastel de natas. Isso porque o doce oficial é patenteado por um pequeno espaço ao lado da estação de trem chamado Pastéis de Belém.

A iguaria foi criada há mais de 200 anos. A receita teria sido elaborada por monges que viviam no Mosteiro dos Jerônimos como uma maneira de aproveitar as gemas que sobravam da fabricação de hóstias - na época feitas de farinha de trigo e clara de ovo.

Logo ao entrar no espaço, você sente o aroma dos pastéis saídos do forno. A cozinha é aberta, permitindo acompanhar como eles são preparados. É tradicional pedir um café expresso para acompanhar e colocar um pouco de canela em pó por cima da iguaria antes de comer. E se quiser um salgado antes do doce, os bolinhos de bacalhau, outro ícone lisboeta, são uma ótima pedida.

Parque Florestal de Monsanto

O Parque Florestal de Monsanto oferece diferentes atividades, além de belas vistas da capital - Instagram/victor.tourinho
O Parque Florestal de Monsanto oferece diferentes atividades, além de belas vistas da capital
Imagem: Instagram/victor.tourinho

Quer sair um pouco da rota turística tradicional de Lisboa? Então pegue o metrô até a estação Jardim Zoológico e caminhe 10 minutos até o Parque Florestal de Monsanto.

São mais de mil hectares com inúmeras atividades, como uma hípica, pista de skate, playgrounds, trilhas para caminhada e bicicleta. O local é muito frequentado por moradores da cidade, que aproveitam o ar fresco para fazer atividades físicas ou piqueniques em família.

A área na qual fica o parque era conhecida no século passado como ponto de prostituição e venda de drogas, mas a prefeitura repensou toda a estrutura para tornar o local seguro e agradável para moradores e turistas em busca de paz e natureza.

Elevador de Santa Justa

O Elevador de Santa Justa fica no centro histórico da cidade de Lisboa - Getty Images/iStockphoto
O Elevador de Santa Justa fica no centro histórico da cidade de Lisboa
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Situado no coração da cidade, o elevador é um meio de transporte público oferecido pela prefeitura. Ele foi construído há mais de 100 anos, com o intuito de ligar a Cidade Baixa à Cidade Alta.

Você tem a opção de pagar para conhecer somente o miradouro na parte alta ou pegar um bilhete que dá direito a subir no elevador. Além disso, há um café no topo para saborear enquanto aprecia a vista panorâmica.

Praça do Comércio

Na Praça do Comércio esteve o Palácio Real, mas hoje é um ponto turístico tradicional da cidade - Getty Images/iStockphoto
Na Praça do Comércio esteve o Palácio Real, mas hoje é um ponto turístico tradicional da cidade
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Ponto nevrálgico da capital, a Praça está situada onde esteve o Palácio Real antes de ser destruído pelo terremoto de 1755. As pessoas costumam almoçar nas redondezas, molhar os pés à beira do tio Tejo ou passar pelo arco que liga o espaço à rua Augusta, principal ponto de compras e opções gastronômicas da cidade.

Uma curiosidade é que muitos turistas levam drones para fazer imagens na região, mas o serviço de inteligência de Portugal proibiu seu uso com medo de atentados terroristas. Então, caso esteja pilotando um, pode ter certeza que a polícia irá te abordar.

Castelo de São Jorge

Do Castelo de São Jorge você encontra uma das vistas mais bonitas de Lisboa - Getty Images/iStockphoto
Do Castelo de São Jorge você encontra uma das vistas mais bonitas de Lisboa
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Existem algumas opções para chegar até um dos pontos turísticos mais requisitados de Lisboa: subindo as íngremes ladeiras a pé, pegar um bondinho ou até se aventurar em um tuk-tuk, uma uma mistura de táxi e moto que leva de 2 a 4 pessoas, dependendo do tamanho.

A única certeza é que a chegada compensa. Você pode passar uma tarde inteira por lá, apreciando vistas magníficas da cidade e do rio Tejo e aprendendo sobre a história do país.

O Castelo de São Jorge é um dos maiores testemunhos das disputas pelo domínio de Lisboa. Na colina que sustenta o monumento se entrincheiraram visigodos, romanos, mouros. É dos árabes os primeiros documentos que atestam a existência de um castelo no local. E foi dos árabes que os cristãos, liderados por Dom Afonso Henriques, tomaram o castelo e sacramentaram a conquista de Lisboa, em 1147. O local seria o centro do poder na cidade até o início do século 16.

Chiado e Bairro Alto

O Bairro Alto, em Lisboa, é um ponto boêmio da cidade - Getty Images
O Bairro Alto, em Lisboa, é um ponto boêmio da cidade
Imagem: Getty Images

Chegamos à região mais boêmia da capital, que fica ao lado da famosa Praça Luís de Camões. São ruas estreitas com dezenas de bares dos mais diferentes estilos nos quais você pode entrar, comprar uma bebida e voltar para a rua. Não tem que pagar entrada.

Caso não esteja no clima de badalação, o bairro conta ainda com belos mirantes, como o de Santa Catarina. Um bom programa é comprar um bom vinho por menos de 5 euros nos mercados próximos, ouvir músicos de rua que interagem com as pessoas e apreciar uma linda vista da Cidade Baixa e do rio Tejo.