PUBLICIDADE
Topo

Empresas aéreas planejam retomada de tráfego aéreo na Europa em junho

Aeronaves da EasyJet estacionadas - Divulgação
Aeronaves da EasyJet estacionadas Imagem: Divulgação

Da RFI

21/05/2020 13h48

As empresas aéreas começam a preparar a retomada das atividades após os imensos prejuízos gerados pela pandemia de coronavírus. A low cost britânica Easyjet anunciou nesta quinta-feira (20) que vai voltar a operar a partir de 15 de junho. Itália reabre seus aeroportos dia 3 de junho.

Quase toda a frota da Easyjet está paralisada devido à pandemia de COVID-19 e às medidas de confinamento e fechamento de fronteiras que paralisaram o tráfego aéreo global. Para começar, serão retomados alguns voos entre o Reino Unido e a França. A low cost irlandesa Ryanair também anunciou que está pensando em retomar as atividades a partir de julho.

A companhia aérea chilena Latam, a mais importante da América Latina, anunciou na quarta-feira (19) uma retomada progressiva das atividades em junho, depois de uma redução de 95% de seus voos nas últimas semanas.

Essas decisões refletem recentes anúncios de alguns países europeus, ansiosos pela recuperação do setor do turismo para o verão que se aproxima no hemisfério norte.

Itália faz apelo à gastronomia

A Itália pretende reabrir todos os seus aeroportos em 3 de junho. "Venham passar as férias na Itália. Venham visitar nossas praias, nosso litoral, os vilarejos nas montanhas, apreciar nossa gastronomia", foi a declaração do ministro italiano das Relações Exteriores, Luigi Di Maio, para um jornal alemão.

Já a Grécia anunciou que voos internacionais poderão aterrissar no país a partir de 1° de julho. Os operadores de turismo gregos esperam uma queda de 70% de chegadas em 2020.