PUBLICIDADE
Topo

Expo Dubai exibe 'Davi' de Michelangelo, mas só do pescoço para cima

O polêmico Davi da Expo 2020, em Dubai - Reprodução/Instagram
O polêmico Davi da Expo 2020, em Dubai Imagem: Reprodução/Instagram

Alexander Cornwell e Abdelhadi Ramahi

da Reuters, em Dubai

07/10/2021 11h36

Os visitantes da Expo Dubai que esperam ver o gêmeo em 3-D do "Davi" de Michelangelo em toda a sua glória no pavilhão da Itália podem ficar frustrados, já que só a cabeça da estátua é visível ao público em uma vitrine criticada por parte da mídia italiana como autocensura.

A cabeça e o pescoço da reprodução de seis metros de altura da obra da Renascença aparecem em uma estrutura octogonal do primeiro andar, enquanto a genitália e as pernas são visíveis em um nível inferior reservado para cerimônias e visitantes selecionados.

Os organizadores do pavilhão da Itália negaram as insinuações da mídia italiana de que tentaram esconder a genitália da estátua deliberadamente devido às sensibilidades religiosas e sociais do país do Golfo Pérsico e da região predominantemente muçulmana.

"Planejamos posicionar a estátua de Davi da maneira em que está agora muitos, muitos meses atrás", disse o comissário Paolo Glisenti.

"Trouxemos a estátua de Davi aqui no final de abril, no meio do (mês sagrado de jejum) do Ramadã, por sinal, na presença de muitas altas autoridades dos governos dos Emirados e italiano."

O diretor artístico Davide Rampello disse que o objetivo é oferecer uma experiência nova permitindo que os visitantes vejam Davi no nível dos olhos, enquanto os amantes da arte têm que olhar para cima ao contemplar a estátua original na Galleria dell'Accademia de Florença.

"A reprodução foi feita com uma tecnologia muito sofisticada usada no espaço e finalizada por artesãos de Florença que cobriram a estátua com pó de mármore", detalhou Glisenti.