PUBLICIDADE
Topo

Companhias aéreas no Reino Unido farão "dia de ação" por alívio das viagens

Ryanair e o grupo Manchester Airports abriram uma ação legal na quinta-feira na tentativa de forçar o governo a aliviar as regras antes do início da temporada de verão - Getty Images
Ryanair e o grupo Manchester Airports abriram uma ação legal na quinta-feira na tentativa de forçar o governo a aliviar as regras antes do início da temporada de verão Imagem: Getty Images

20/06/2021 16h22

Companhias aéreas britânicas e empresas de turismo planejam um "dia de ação" na quarta-feira para pressionar o governo a aliviar restrições de viagens, a poucas semanas do começo do pico da temporada de verão.

Empresas de viagem, cujas finanças foram levadas ao limite durante a pandemia, estão desesperadas para evitar mais um verão perdido para a covid-19. Mas, com as exigências rígidas de quarentena do Reino Unido ainda em voga, a situação parece provável no momento.

Com a proximidade de julho, a maior companhia área Ryanair e o grupo Manchester Airports abriram uma ação legal na quinta-feira na tentativa de forçar o governo a aliviar as regras antes do início da temporada mais rentável da indústria.

Na quarta-feira, 23 de junho, pilotos, tripulantes e agentes de viagem reuniram-se em Westminster, centro de Londres, e em aeroportos ao redor do Reino Unido para angariar apoio.

A indústria de aviação do Reino Unido foi mais atingida pela pandemia do que suas colegas europeias, segundo dados publicados pelo sindicato dos pilotos BALPA neste domingo.

Os aeroportos britânicos também foram muito afetados, com as saídas e chegadas do segundo maior aeroporto de Londres, o Gatwick, caindo 92%, de acordo com os dados.