PUBLICIDADE
Topo

Ilha escocesa com castelo, chalé e jardins está à venda por R$ 11 milhões

Ilha de Vaila, na Escócia - Reprodução/Savills
Ilha de Vaila, na Escócia Imagem: Reprodução/Savills

De Nossa

24/06/2022 10h13

A Ilha de Vaila, na Escócia, foi colocada — sim, inteira — à venda no mercado imobiliário britânico, informou o jornal local Shetland News na sexta-feira (17).

Depois de trinta anos "fantásticos", o casal de proprietários Richard Rowland e Dorota Rychlik decidiu se despedir de sua terra e agora pede 1,75 milhão de libras (R$ 11,07 milhões) pela área.

"Acho que chegou a hora de outra pessoa assumir o lugar. Temos que ser realistas que nada é para sempre", desabafou Richard à publicação.

A ilha de 306 hectares, a cerca de 10 minutos da costa de Shetland de barco, já pertenceu a outros aristocratas e empresários ao longo dos séculos e havia sido comprada há três décadas pela dupla como uma espécie de hobby.

Rancho Cloudin - Reprodução/Savills - Reprodução/Savills
Rancho Cloudin
Imagem: Reprodução/Savills

Eles procuravam um local histórico que pudessem restaurar e deixar Londres para trás. Assim, eles se dedicaram à conservação do Vaila Hall, o castelo de seis quartos e quatro salas de recepção construído em 1696, assim como de outras porções históricas da ilha.

Vaila Hall - Reprodução/Savills - Reprodução/Savills
Vaila Hall
Imagem: Reprodução/Savills

O casal chegou a oficializar sua união em Vaila em 1994, com uma festa de casamento para 150 pessoas. "Tivemos inúmeras festas. Fretávamos aviões para trazer convidados aqui", relembrou Richard.

O interior do Vaila Hall - Reprodução/Savills - Reprodução/Savills
O interior do Vaila Hall
Imagem: Reprodução/Savills

Vaila conta também com o rancho Cloudin, de três dormitórios, com o Chalé do Cuidador, que possui outros dois dormitórios, e a Torre de Mucklaberry, que era responsável pela proteção da ilha no século 18.

O interior do Vaila Hall - Reprodução/Savills - Reprodução/Savills
Mais do interior do Vaila Hall
Imagem: Reprodução/Savills

O casal garante que mobílias da era Vitoriana foram preservadas nas residências.

Casa da Baleia - Reprodução/Savills - Reprodução/Savills
Casa da Baleia
Imagem: Reprodução/Savills

A ilha, habitada inicialmente por noruegueses em 1450, ainda possui cerca de 10,5 km de litoral e belezas naturais — é possível organizar trilhas, passeios de barco, pescaria em alto mar em suas águas. A "Casa da Baleia" funciona como base para estas e outras atividades costeiras.

A imobiliária britânica Savills recebe ofertas por Vaila e suas propriedades através de seus agentes Luke French e Emma Dalglish.