Topo

Donos mostram cão brasileiro mais alto que Zeus, 'o maior do mundo', em SP

Cachorro consome 60 kg de ração por mês; apesar de altura, ele só tem três anos de idade Imagem: Arquivo pessoal

Do UOL, em São Paulo

18/05/2022 04h00Atualizada em 18/05/2022 08h48

Um cachorro em Votorantim (SP) chama a atenção por ultrapassar um ser humano médio, quando se coloca "de pé", lado a lado com alguém, e chega a 2,2 metros. A tutora Isa Marinho adotou o dogue alemão porque era um desejo da filha ter o animal, mas não contava com o crescimento "acima da média" do Grandão, nome do cachorro de 3 anos de idade e que tem uma altura de 1,06 m até os ombros e 86 kg.

Ela contou que já tinha tido um animal dessa raça e um São Bernardo antes, e que ela já imaginava o tanto que iria crescer, mas acabou surpreendido, a ponto da família ter de se "adaptar".

"Em relação à adaptação da casa, na realidade, eu tive que me mudar, pois ele destruía tudo, principalmente o jardim", disse. "Todo dia ele aparecia com as plantas na boca", completou. O cão também já destruiu três sofás retráteis, uma cama e "vários" colchões, de acordo com ela.

Moradores de Votorantim há dois meses, a família se mudou de Ribeirão Preto e os filhos também tiveram de colaborar em relação ao sono do cachorro — só faltou combinar com ele. "Tenho um casal de filhos, troquei as camas dos dois para cama de casal no intuito dele dormir na mesma cama com um ou com o outro, mas nada adiantou. Ele os jogava para fora da cama", disse a dona.

Segundo Marinho, outro problema é o cachorro ser dengoso e gostar de colo, o que fica inviável devido ao tamanho dele. "O Grandão, por ter esse tamanho gigante, não tem noção do tamanho dele. Ele tem comportamento de um cão pequeno: adora ficar, sentar e deitar no colo, brinca, pula, te puxa com as patas e não tem noção da força que tem", falou.

Quanto à alimentação do bicho, a tutora contou que são necessários quatro sacos de ração de 15 kg por mês, o que dá uma média de 60 kg no total. "Ele almoça às 10h e janta às 20h ou às 22h", disse Marinho. Por refeição, o animal consome 1 kg de ração, totalizando 2 kg por dia.

Grandão é paparicado quando sai de casa e até teve de ser escoltado quando foi ao veterinário uma vez. "Já tive que ser escoltada pela polícia devido ao trânsito quando levei ele ao veterinário em cima de uma picape", disse. "Todos querem tirar fotos, dizem que nunca viram um cãovalo".

Com 1,06m de altura, Grandão é paparicado por onde passa Imagem: Arquivo pessoal

Marinho revelou que já procuraram ela e a filha para comprar o cachorro. "O maior cão que ele (o comprador) tinha visto pessoalmente era de 90 cm. Normalmente o dogue alemão vai até 86 cm e o Grandão é 16 cm maior".

Maior que Zeus?

Um dogue alemão chamado Zeus, de Belford (EUA), bateu o recorde de mais alto do mundo no Guinness World Records. Com 1,046 metros, o animal conquistou o título em 22 de março.

Se a medição de Grandão estiver correta, o cão brasileiro venceria o norte-americano na disputa pelo título por 1,4 cm. Isa, no entanto, diz que o tal recorde naõ deve vir para o Brasil.

Segundo ela, não compensa tentar o livro dos recordes, por causa da questão financeira, já que haveria uma obrigação de repartir ganhos com o Guinness após o título ser concedido. "E ainda tem de ser pago pra pôr no livro".

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Donos mostram cão brasileiro mais alto que Zeus, 'o maior do mundo', em SP - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL