PUBLICIDADE
Topo

A vez da regata branca: peça básica é uma das maiores tendências de 2022

A regata branca está provando a sua força nas passarelas em suas mais diferentes versões - Divulgação
A regata branca está provando a sua força nas passarelas em suas mais diferentes versões
Imagem: Divulgação

Gustavo Frank

De Nossa

13/05/2022 04h00

Se você está pensando em uma peça para apostar como curinga durante as próximas temporadas, a resposta é esta: a regata branca. Básica e democrática, as camisetas sem mangas e com decotes variados vem se mostrando como um dos grandes destaques nas passarelas das Semanas de Moda, ao redor do mundo, e consequentemente no street style.

Exemplo disso é a Prada, uma das grandes incentivadoras desse movimento. No desfile para apresentar a coleção de Outono/Inverno 2202, comandada pelos designers Miuccia Prada e Raf Simon, a regata branca foi a responsável por abrir caminho para o restante da linha.

A responsabilidade foi concedida à modelo Kaya Gerber. O look usado por ela era simples. Uma saia estreita e cinza, dividida horizontalmente por diferentes tons e tecidos, acompanhada por uma regata branca ajustada ao corpo. Nos moldes da Prada: com o logotipo da grife em metal centralizado — como os que vemos nos buckets hats da etiqueta.

Não muito diferentemente, a estrela de "Euphoria", Hunter Schafer, também desfilava com a mesma parte de cima do look para a Prada. A parte debaixo apresentada por ela, por sua vez, se destacava por maiores brilhos cintilantes na saia.

Assim apareceram os dois grandes nomes da label italiana.

Prada | Outono/Inverno 22 - Divulgação - Divulgação
Prada | Outono/Inverno 22
Imagem: Divulgação
Prada | Outono/Inverno 22 - Divulgação - Divulgação
Prada | Outono/Inverno 22
Imagem: Divulgação

Esse destaque ganhou continuidade nas mãos de Matthieu Blaz para a Bottega Veneta. Ao estrear sua primeira coleção para a grife, sucedendo Daniel Lee, o designer resgatou as raízes da marca italiana. Para isso, misturou a extravagância com a utilidade. E lá estavam as regatas brancas, tanto para os homens como para as mulheres.

Elas apareciam combinadas com as também clássicas calças jeans, mas iam além com um toque de capricho. Fossem esses nas bolsas, nas bermudas com detalhes em alto-relevo e, até mesmo, na sobreposição com as pantaboots botas tão altas que são vestidas como calças.

Bottega Veneta | Outono/Inverno 22 - Divulgação - Divulgação
Bottega Veneta | Outono/Inverno 22
Imagem: Divulgação
Bottega Veneta | Outono/Inverno 22 - Divulgação - Divulgação
Bottega Veneta | Outono/Inverno 22
Imagem: Divulgação

Ainda simples, a regata branca apareceu também no desfile da Chloé. Neste, na verdade, o uso da peça mais básica parecia estratégico. A roupa de cima era o acompanhamento das calças de couro — mas não quaisquer calças de couro.

O tecido escolhido para a parte debaixo era feito do material em sua raíz. O discurso por trás da coleção era discutir a crise climática. Ou melhor, o "sucesso climático", nas palavras da designer Gabriela Hearst.

"Para mim, o couro é um subproduto da indústria da carne. Então, desde que você saiba de onde vem, tenha rastreabilidade e seja feito de maneira adequada, você está usando resíduos", defendeu a diretora criativa sobre sua abordagem.

Mais do que uma tendência, a regata branca aqui aparece como catapulta para outras peças. O que pode ser feito facilmente por nós no dia a dia — e não necessariamente de forma tão política, mas meramente visual.

Chloé | Outono 2022 - Divulgação - Divulgação
Chloé | Outono 2022
Imagem: Divulgação
Chloé | Outono 2022 - Divulgação - Divulgação
Chloé | Outono 2022
Imagem: Divulgação

As versões mais ousadas
Nem tudo precisa ser tão trivial

Jacquemus | Primavera 2022 - Divulgação - Divulgação
Jacquemus | Primavera 2022
Imagem: Divulgação

Básica sim, clichê não. Prova disso foi o desfile da Jacquemus para a coleção ready-to-wear de Primavera 2022. Um dos modelos apresentados pelo francês Simon Porte é uma regata com as tiras trançadas, além dos recortes laterais aos seios — uma referência a mulher provençal e contemporânea abordada classicamente pelo estilista.

Afinal, quase não há quem não aposte em recortes atualmente na moda.

Com o mundo vestindo (e torcendo por) um retorno mais sensual nos tempos pós-pandêmicos, a transparência também se fez presente. A Sacai, casa de luxo japonesa, desfilou sua versão com os mamilos à mostra, além dos braços mais estreitos.

A Acne Studios, que já vestiu de Lady Gaga à Marquezine, criou a blusa transitável aos tempos mais frios, com fibras soltas, como de pelúcia.

Sacai | Outono 2022 - Divulgação - Divulgação
Sacai | Outono 2022
Imagem: Divulgação
Acne Studios | Outono 2022 - Divulgação - Divulgação
Acne Studios | Outono 2022
Imagem: Divulgação

Para os homens, os braços de fora também marcam presença. A regata nada-básica já era uma aposta há algumas temporadas, como mostrou o estilista Rick Owens. Aqui no Brasil, a Another Place é quem vem nos guiando a esse caminho.

Ao contrário dos looks femininos, os masculinos se aproveitam de uma abordagem mais sensual. No mesmo caminho dos tops cropped, o corpo é o destaque — com mamilos à mostra ou praticamente todo o abdômen.

Rick Owens | SS22 - Divulgação - Divulgação
Rick Owens | SS22
Imagem: Divulgação
Another Place - Divulgação - Divulgação
Another Place
Imagem: Divulgação

Lisa, recortada ou canelada. É mais do que nunca a vez da camiseta regata.