PUBLICIDADE
Topo

Caponata de berinjela: receita é petisco fácil para servir ou presentear

Caponata de berinjela é petisco para presentear ou servir num jantar como entrada - Graciela Martins
Caponata de berinjela é petisco para presentear ou servir num jantar como entrada
Imagem: Graciela Martins

Gabrielli Menezes

De Nossa

02/03/2022 04h00

Graciela Martins

Graciela Martins

QUEM É

Formada em gastronomia pelo Senac, ela trabalhou com chefs reconhecidos e se aprimorou fazendo eventos pelo Brasil. É apaixonada por ensinar e, no Instagram, compartilha aprendizados e receitinhas fáceis.

Perfeita para receber amigos em casa ou presentear alguém, a caponata é um petisco fácil de fazer. Basta fatiar berinjela, pimentões coloridos, cebola, abobrinha e levar os legumes ao forno com temperos. Está praticamente pronto!

Uma cabeça de alho cortada ao meio e pimenta dedo-de-moça fazem a diferença para quem gosta de comida com intensidade de sabor. Já ervas frescas, como alecrim, tomilho, manjericão e orégano, vão bem para dar frescor ao finalizar a pedida regada em azeite.

Quem cedeu a receita a Nossa foi Graciela Martins. A cozinheira porto-alegrense compartilhou o preparo no blog A Graça na Cozinha, mas aprendeu a fazer caponata bem antes disso.

É um petisco queridinho das minhas amigas. Quando servi pelas primeiras vezes, até quem não comia berinjelas passou a gostar".

Berinjela - Instachef - Graciela Martins - Graciela Martins
Ingredientes que são base da receita
Imagem: Graciela Martins
Berinjela - Instachef - Graciela Martins - Graciela Martins
Legumes fatiadinhos e temperados
Imagem: Graciela Martins

Recebido de bocas abertas, o antepasto de berinjela se tornou um item de venda que impulsionou a história de Graciela com a cozinha.

Confira a receita completa clicando na imagem abaixo:

Caponata (antepasto de berinjela)

Dificuldade Fácil
Ver receita completa

De mordida em mordida

Graciela aprendeu a cozinhar com os pais e a avó subindo num banquinho em frente à pia para observar os adultos e cresceu celebrando momentos ao redor da comida.

A atividade, porém, demorou a tomar cara de profissão. Antes, ela foi secretária e trabalhou em setores administrativos do terceiro setor.

"Uma hora o amor pela cozinha falou mais alto. Estava com meus filhos pequenos em casa e comecei a fazer doces para vender".

Berinjela - Instachef - Graciela Martins - Graciela Martins
Antepasto pode ser servido com torradinhas
Imagem: Graciela Martins

Primeiro, ela foi de porta em porta de loja oferecendo as guloseimas e, depois, passou a cozinhar conforme recebia encomendas. Os quitutes incluíam salgadinhos para festas e marmitas congeladas.

Apareceram pequenos eventos e montei uma empresa. Quando a coisa cresceu, percebi que precisava estudar. Só amar a cozinha não é o suficiente".

Ela mergulhou de vez no ramo. Fez cursos do Senac e estágios em São Paulo, onde trabalhou com Rodrigo Oliveira no Mocotó e conheceu o chef gaúcho Marcos Livi, com quem passou um ano realizando eventos no Sul do país.

Para dividir os aprendizados com mais gente, ela criou o blog e Instagram "A Graça na Cozinha". "Foi tudo muito orgânico. Aos poucos, fui compartilhando mais sobre a minha vida. Onde comia, onde me hospedava..."

Berinjela - Instachef - Graciela Martins - Graciela Martins
Graciela se encontrou com a cozinha e nunca mais largou
Imagem: Graciela Martins

Além de ganhar dinheiro com publicidade nas redes sociais e trabalhar com criação de conteúdo para marcas, Graciela presta consultorias, faz treinamentos corporativos por meio da culinária e toca um projeto do coração, que promove educação alimentar para crianças através do contato com o alimento, da horta ao fogão.

"É incrível como as crianças se desenvolvem autoestima, coordenação motora, relacionamento interpessoal e pensamento lógico na cozinha".

De acordo com ela, todos seus esforços profissionais estão voltados para um mesmo objetivo: promover o retorno da cozinha com afeto.

"Tenho muitas memórias da família toda fazendo uma geleia com figos. Hoje, não existe mais o valor da mesa, o momento de comunhão. As pessoas comem olhando para uma tela qualquer".

Confira o passo a passo em vídeo: