PUBLICIDADE
Topo

Quarto de hotel de luxo com tigre em jaula de vidro é fechado na China

Suíte de hotel de luxo na China abriga tigre branco separado dos hóspedes por vidro à prova de explosão - Divulgação/Nantong Forest Safari Park
Suíte de hotel de luxo na China abriga tigre branco separado dos hóspedes por vidro à prova de explosão Imagem: Divulgação/Nantong Forest Safari Park

De Nossa

24/01/2022 14h04

Um hotel foi obrigado a interditar uma das suas principais suítes, que abrigava um tigre vivo separado dos hóspedes apenas por um painel de vidro, na China. Autoridades manifestaram preocupações com a segurança, caso o animal escape.

Há também temores sobre o bem-estar do tigre, depois que ele foi visto pelo serviço de proteção dos animais vivendo dentro de um espaço fechado.

A acomodação do Sendi Tribe Treehouse Hotel, em Nantong, leste do país, visava oferecer uma experiência exótica e emocionante aos hóspedes, que poderiam dormir e desfrutar do conforto de um quarto na companhia de um tigre branco, separado deles por um vidro à prova de explosões.

O hotel está ligado ao parque de safári Nantong Forest, que é um dos zoológicos de grande porte da região, abrigando quase 20.000 animais selvagens. O estabelecimento também oferece quartos com vista para girafas, leões e zebras.

Em entrevista ao jornal chinês South China Morning Post, um funcionário do hotel, que optou por não revelar sua identidade, disse que a instalação que abriga o tigre é chamada de "quartos de feras". Ele revelou que também existem outras quatro suítes com essa 'atração', mas ainda não foram abertas ao público. "Eles ainda não estão disponíveis. Não fomos notificados sobre quando eles serão colocados em uso", disse.

A descoberta desta instalação suscitou críticas entre a população, principalmente depois que um vídeo foi publicado nas redes sociais chinesas, mostrando a suíte com o tigre andando de um lado para o outro dentro de um espaço fechado e coberto de concreto.

Em declaração à imprensa, a direção do Sendi Tribe Treehouse Hotel disse que o propósito de oferecer um quarto com um tigre dentro era simbolizar a chegada do 'Ano do Tigre', que será comemorado no primeiro dia de fevereiro, segundo o calendário lunar chinês. A empresa também afirmou que sempre garantiu o bem-estar do animal, além de medidas de segurança aos hóspedes com infraestrutura adequada.

Na rede social chinesa Weibo, um internauta questionou: "Qual é o sentido disso? Para comemorar o 'Ano do Tigre'? O vidro é resistente o suficiente? Então você simplesmente não dorme e assiste o tigre a noite toda?". Outro usuário comentou: "Isso é maltratar o tigre".

Além da indignação popular, a China National Radio classificou esse tipo de acomodação e o pretexto de celebração do Ano Novo chinês como inconsequentes estratégias de marketing.

As autoridades locais foram apontadas pelo canal chinês Jimu News como responsáveis pela aprovação do projeto do quarto de hotel com o tigre dentro, além de outras acomodações com animais selvagens.

Por outro lado, atrações turísticas semelhantes não são incomuns na China. Vários hotéis protagonizaram situações polêmicas por oferecer experiências luxuosas que colocavam em risco a vida dos animais.

Em março de 2021, um hotel, localizado em Harbin, no nordeste do país, foi inaugurado como o primeiro hotel de ursos polares do mundo. O estabelecimento foi construído em cima de um recinto que abrigava os animais, permitindo aos hóspedes observá-los 24 horas por dia dos quartos e dos restaurantes. No entanto, o hotel recebeu duras críticas da população por abusarem dos ursos para fins comerciais.