PUBLICIDADE
Topo

Fofinho, bolo chiffon marcou época e viajou o mundo; veja receita

Bolo chiffon: é primo do pão de ló mas conta com mais ingredientes - Getty Images/iStockphoto
Bolo chiffon: é primo do pão de ló mas conta com mais ingredientes Imagem: Getty Images/iStockphoto

Gabrielli Menezes

De Nossa

20/01/2022 04h00

O bolo chiffon é o primo mais novo do pão de ló. Embora o segundo seja mais conhecido no Brasil, ambos fazem sucesso pela leveza e revolucionaram a confeitaria a sua maneira.

Extremamente fofinho, o chiffon foi criado nos Estados Unidos e viveu tempos áureos na década de 1950. De lá para cá, a receita úmida, versátil e de dulçor leve cruzou oceanos. No Japão, o bolo ganhou novos sabores com produtos típicos de lá, caso do yuzu e do matchá, e é servido com chá.

A invenção do chiffon é atribuída a Harry Baker. O agente de seguros de Los Angeles criou a pedida em 1927 e passou a vendê-la para festas de celebridades e para o restaurante Brown Derby, à época um lugar icônico de Hollywood.

Altura é preservada porque chiffon esfria de ponta cabeça - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Altura é preservada porque chiffon esfria de ponta cabeça
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Depois de lucrar com a receita por 20 anos, despachando até 40 unidades por dia, segundo o Seattle Times, Baker se associou a indústria de alimentos General Mills e revelou a fórmula: usava óleo vegetal no lugar da manteiga.

A troca foi vista como algo inédito e vantajoso no setor. Como o óleo é líquido mesmo em temperaturas baixas, o doce tem menos tendência de endurecer e secar do que os tradicionais com manteiga.

Nas décadas seguintes, o bolo alto e macio se espalhou pelos Estados Unidos e pelo mundo. Jean Anderson, autora de "The American Century Cookbook", diz:

Ele estava terrivelmente, terrivelmente, terrivelmente na moda. Todo mundo estava fazendo".

Outros segredos do bolo perfeito

Bolo chiffon - Giselly Gonçalves Fotografia - Giselly Gonçalves Fotografia
Uso de óleo vegetal e claras batidas deixam bolo fofo
Imagem: Giselly Gonçalves Fotografia

Maria Cecília Pace, dona da loja de bolos por encomenda Soul Sweet, entrou para a culinária ao fazer um curso de bolo chiffon. Craque no assunto, ela cedeu a receita a Nossa e explica que as claras são o grande pulo do gato da execução.

Elas devem ser batidas em ponto de picos duros e, depois, incorporadas delicadamente à massa com uma espátula ou fouet".

Cecilia aconselha a compra de uma forma própria para chiffon, com furo no meio e fundo removível. "Assim que sai do forno, o bolo é colocado imediatamente de cabeça para baixo para que o ar circule ao seu redor".

Outra particularidade é que a forma não pode ser untada. Caso contrário, a receita não atingirá a altura de cozimento e quebrará ao ser resfriada.

Todo o cuidado com a massa vale a pena pela estética e pelo sabor. "Ele não possui recheio, mas pode ser coberto com calda de frutas ou acompanhado de chantilly, geleia, ganache ou sorvete".

Clique na imagem abaixo e veja uma receita completa de chiffon de laranja:

Bolo chiffon de laranja

Dificuldade Fácil
Ver receita completa