PUBLICIDADE
Topo

Não será mais Jacarta: Indonésia aprova mudança de sua capital

A caótica e populosa atual capital indonésia, Jacarta, já não sustenta ? literalmente ? a intensa movimentação e está afundando - Adek Berry/AFP
A caótica e populosa atual capital indonésia, Jacarta, já não sustenta ? literalmente ? a intensa movimentação e está afundando Imagem: Adek Berry/AFP

De Nossa

19/01/2022 12h49

O parlamento indonésio aprovou ontem (18) a mudança da capital do país: Jacarta deixará de ser o principal centro administrativo para dar lugar a Nusantara, como foi batizada a nova cidade que será construída na região de mata de Kalimantan, ao leste da ilha de Borneo. As informações são da CNN americana.

A transferência estava prevista desde 2019, quando o projeto foi anunciado pelo presidente Joko Widodo, que manifestou preocupações com a sustentabilidade econômica e ambiental de Jacarta — reforçadas pelo Ministro Nacional de Planos de Desenvolvimento, Suharso Monoarfa, de acordo com informações da emissora do parlamento da Indonésia e da BBC.

"A relocação da capital para Kalimantan é baseada em diversas considerações, vantagens regionais e bem-estar [da população]", disse Monoarfa, que ainda exaltou a nova capital como "'símbolo da identidade nacional" e como "um novo polo de gravidade econômica".

Localizada em terrenos pantanosos próximos ao mar, Jacarta é suscetível a constantes inundações e é uma das cidades que está submergindo mais rapidamente em todo o globo.

De acordo com dados da Agência Nacional de Planejamento e Desenvolvimento obtidos ainda pela CNN dos EUA, a área da nova capital será de 256.143 hectares, cerca de 2.561 quilômetros quadrados, e passará por cinco estágios de obras.

A construção da primeira fase está prevista para se iniciar em 2022 e se estender até 2024. O projeto todo deve ainda ser finalizado em 2045. É estimada que a nova capital custe aos cofres indonésios 466 trilhões de rupias — ou R$ 180 bilhões — segundo a CNN Indonésia.