PUBLICIDADE
Topo

Cadeira de praia colorida e personalizada rendeu nova carreira a casal

Por trás da Dengô, o casal Aline e Carlos descobriram uma nova carreira personalizando cadeiras de praia - Arquivo Pessoal
Por trás da Dengô, o casal Aline e Carlos descobriram uma nova carreira personalizando cadeiras de praia Imagem: Arquivo Pessoal

Carol Scolforo

Colaboração para Nossa

28/12/2021 04h00

Dengô

Dengô

Quem são

Carlos Batista e Aline Almeida estão à frente da Dengô, marca que personaliza cadeiras de praia

Algumas adversidades podem transformar rotas de um jeito jamais imaginado. É o que aconteceu com a vida de Carlos Batista e de Aline Almeida, quando se instalou a pandemia. O casal se viu em desespero quando veio o lockdown — afinal, a designer de moda estava lançando sua primeira coleção de biquínis e ele precisaria dar um tempo na carreira de DJ e produtor musical.

"Em meio ao caos, comecei a dar aula de discotecagem online. Já ela sentiu vontade de criar um ambiente inspirador para trabalhar", conta Carlos.

Aline e Carlos, casal por trás da Dengô - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Aline e Carlos, casal por trás da Dengô
Imagem: Arquivo Pessoal

Em Caçapava, interior de São Paulo, Aline escolheu um item que mudaria tudo para seu home office — o próprio trabalho, aliás: queria uma cadeira de praia estilosa.

Ela não encontrava nenhuma bonita, só aquelas bem simples, e disse que iria criar uma com macramê. Achei legal e quando ela veio com a ideia, falei: 'E se colocarmos um braço de madeira?'"

Cadeira de praia customizada pelo casal por trás da Dengô - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Cadeira de praia customizada pelo casal por trás da Dengô
Imagem: Arquivo Pessoal
Além dos braços de madeira, explora-se diferentes estampas - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Além dos braços de madeira, artistas exploram diferentes estampas
Imagem: Arquivo Pessoal

Com o macramê não deu certo. Após testes diversos eles chegaram às tramas atuais, elaboradas com cordas náuticas. Já os braços das cadeiras são materiais de demolição coletados e catalogados.

"A ideia era muito legal. Vimos que era algo que não existia no mercado. Começamos a divulgar as fotos. Em outubro, abrimos um sorteio sem falar que estávamos vendendo. Foi surreal a repercussão", lembra Carlos, que assumiu a parte comercial da empresa.

Assim nasceu a Dengô (@o.dengo_), nome que expressa o DNA brasileiro e todo afeto que eles colocam na marca. "A cadeira chama Japu, em homenagem ao pássaro que tem extrema força para sobreviver e faz ninhos que parecem uma bolsa de macramê."

Cadeira de praia customizada pelo casal por trás da Dengô - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Cadeira de praia customizada pelo casal por trás da Dengô
Imagem: Arquivo Pessoal
Aline e Carlos descobriram uma nova carreira com as criações - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Aline e Carlos descobriram uma nova carreira com as criações
Imagem: Arquivo Pessoal

Praia em casa

Cadeiras customizadas pela Dengô - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Cadeiras customizadas pela Dengô
Imagem: Arquivo Pessoal

"Cerca de 90% dos nossos clientes não querem levar nossas cadeiras para a praia", ri Carlos, que busca aprimorar cada vez mais as criações para que elas ocupem a areia. Como ganharam um visual colorido e diferente, atraíram olhares de grandes marcas. "Não conseguimos explicar o que aconteceu. Veio como uma onda e abraçamos a oportunidade", diz ele, que sempre amou trabalhos manuais.

Os móveis são totalmente de alumínio, fabricados por um parceiro deles, e suportam 140 quilos.

É feito para durar para sempre. Até o meio do ano que vem teremos todo o processo internalizado para variar ainda mais nas criações."

Detalhes da cadeira de praia - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Detalhes da cadeira de praia
Imagem: Arquivo Pessoal
Casal usa cordas náuticas para composição - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Casal usa cordas náuticas para composição
Imagem: Arquivo Pessoal

Até lá, as 13 seguem sendo personalizadas para cada cliente. "Não temos nada à pronta entrega. Nosso prazo é de 90 dias", diz Carlos, que viu a equipe se multiplicar para 10 colaboradores no fim deste ano. "Saímos de 30 cadeiras para 300 mensais, nesses últimos dois meses." E é só um primeiro ano.

@s que me inspiram

@yolucast

"Um artista que inspira por sua trajetória, pelo caráter, e pela capacidade de libertação que sinto ao contemplar a obra. Me inspiro por sua constância e capacidade de expressar as vivências diárias em cada quadro que faz.

@jacquemus

"Nos inspira por sua estética minimalista e a leveza do olhar ao trazer referências visuais constantes de suas caminhadas, captando a essência orgânica que o cerca para seu design, leve, puro e autêntico."