PUBLICIDADE
Topo

7 tênis que bombaram em 2021: dos que calçam sozinhos aos feitos de sangue

Embora o confinamento tenha feito com que nós ficassemos "presos" dentro de casa, os tênis não deixaram de predominar com favoritismo -- aproveitando-se ainda dos novos pilares na moda para criar designs inovadores e, claro, polêmicos - Divulgação
Embora o confinamento tenha feito com que nós ficassemos "presos" dentro de casa, os tênis não deixaram de predominar com favoritismo -- aproveitando-se ainda dos novos pilares na moda para criar designs inovadores e, claro, polêmicos Imagem: Divulgação

Gustavo Frank

De Nossa

08/12/2021 04h00

Mesmo que tenhamos passado a maior parte do tempo dentro de casa neste último ano, ainda assim os tênis não deixaram de ocupar um espaço importante na moda.

Desde os fãs assíduos de sneakers até os que procuravam por conforto, essas peças passaram por reinvenções em consequência desses "novos tempos" e ganharam novas versões — fosse por meio de tecnologias inovadoras ou designs mais arrojados.

Como relembrar (também) é viver, listamos 7 tênis que bombaram em 2021. Desde os que ofereceram a possibilidade de serem calçados sem usar as mãos até os polêmicos sneakers com sangue humano. Afinal, engajamento hoje em dia é essencial.

1. Nike GO FlyEase

Nike GO FlyEase - Divulgação - Divulgação
Nike GO FlyEase
Imagem: Divulgação

Um dos grandes favortos, o Go FlyEase deu o que falar nas redes sociais em consequência da sua estética — predominantemente com cores pastel — e o fato de que é possível calçá-los sem sequer usar as mãos. Ou seja, um misto entre beleza, conforto e praticidade. Provavelmente, os três maiores pilares do universo fashion neste ano.

Essa "facilidade" em questão é derivada de duas seções conectadas por uma dobradiça, que permite colocá-los e tirá-los sem amarrar o cadarço ou usar outro tipo de fecho.

A peça, de acordo com a Nike, tinha ainda como intuito criar maior inclusão entre os seus clientes, desde mulheres grávidas até pessoas com deficiência motora — sendo esses últimos, inclusive, um dos propulsores para a criação do FlyEase.

2. Yeezy 450 "Cloud White"

Yeezy 450 "Cloud White" - Reprodução - Reprodução
Yeezy 450 "Cloud White"
Imagem: Reprodução

Se 2021 fosse um tênis, provavelmente seria o Yeezy 450. A colaboração entre o artista Kanye West com a marca esportiva Adidas foi um dos mais pesquisados no ano, de acordo com as pesquisas globais feitas pela Lyst Index.

Com uma silhueta OVNI que parece se fundir aos pés por meio de tiras de borracha — material que compõe todo o calçado, o Yeezy 450 figurou no primeiro lugar no primeiro trimestre deste ano entre os itens de moda mais desejados pelo público masculino. Mais um dos ínúmeros acertos de West na moda.

Disponível em duas cores, preto e off-white, foi a segunda delas que se destacou entre os fãs de Kanye e a Adidas.

3. Havaianas TNS

Havaianas TNS - Divulgação - Divulgação
Havaianas TNS
Imagem: Divulgação

O conforto, já tão conhecido da brasileira Havaianas, se transformou em sneakers neste ano. Com o intuito de abranger as suas linhas, o TNS nasceu da mistura entre os tênis e os chinelos da marca.

Prometendo "invadir a moda urbana", os quatro modelos, sem descrição de gênero, se desdobram em 13 versões diferentes, no total. Entre eles, estão o TNS Colors, disponível nas cores branco, preto, neon, azul e rosa. Já o TNS Roots, com sola que remete às fibras naturais, disponível nas cores branco, verde e amarelo.

Além desses, o TNS Mix investe nas cores mais vibrantes, enquanto o TNS Mix Print exagera nas estampas — incluindo o animal print.

4. Cloudbust Thunder

Cloudbust Thunder - Divulgação - Divulgação
Cloudbust Thunder
Imagem: Divulgação

Com nomes como Bella Hadid e Dua Lipa calçando esses tênis, o Cloudbust Thunder da casa de moda italiana Prada deixou de ser um produto voltado ao público masculino para dominar todos os pés. Até o Faustão já entrou na onda.

A peça da Prada preta, avaliada em R$ 4,9 mil, resgata tendência dos anos 2000 dos solados chunky, que voltou na onda da tendência do "ugly shoe" há um tempo.

5. Slip-on

Tênis Slip-On da Vans - Divulgação/Vans - Divulgação/Vans
Tênis Slip-On da Vans
Imagem: Divulgação/Vans

Não necessariamente apenas os mais novos são os que se destacam. Uma prova disso é o Slip-On branco da Vans, que foi alavancado depois da exibição da série "Round 6", da Netflix. A trama, além de servir entretenimento, causou alvoroço também no mundo da moda.

O calçado de R$ 290 disparou em busca no mundo todo. Há pouco mais de um mês, os sneakers brancos tiveram um aumento de 7.800% nas vendas, desde que a série estreou. Os dados são da própria Vans, marca que domina o universo dos calçados e streetwear.

A Lyst, plataforma que pesquisa o número de buscas globais no mercado da moda, comprovaram o sucesso. Foi notado um aumento de 97% do item, em outubro.

6. Chuck Taylor

Chuck Taylor  - Divulgação - Divulgação
Chuck Taylor
Imagem: Divulgação

Por falar em velhos e bons amigos, é impossível não citar o clássico Chuck Taylor, da Converse All-Star. Presente no mercado desde 1917, em 2021 ele não deixou de ser um aliado — incluindo famosos, como Timothée Chalamet, que os calçou para a presença no tapete vermelho do Met Gala 2021.

Em uma base de pesquisas elaborada pelo Google, os sneakers da Converse apareceu entre os 10 mais populares dos Estados Unidos. O estudo dos dados da plataforma de buscas afirmou ainda que, em 2021, a palavra "tênis" atingiu um recorde de buscas — mesmo com a pandemia e o confinamento.

7. 666

"Tênis de satanás" - MSCHF - MSCHF
"Tênis de satanás"
Imagem: MSCHF

O mais polêmico de todos em 2021, por fim, foi o 666. O tênis é uma criação do cantor norte-americano Lil Nas X, para a divulgação da música "Montero (Call Me By Your Name)", em colaboração com o coletivo de arte MSCHF.

Chamado como "tênis de satanás", por conter sangue humano em sua composição, o sneaker foi uma customização do já conhecido Nike Max 97s. A marca esportiva, inclusive, processou tanto Lil Nas X como a MSCHF por violação de marca registrada.

Cada sapato possuia uma sola acolchoada com bolhas de ar da Nike, contendo 60 centímetros cúbicos de tinta vermelha e uma única gota de sangue humano, doada por membros do coletivo de arte.