PUBLICIDADE
Topo

Como fazer chantininho, a versão mais resistente do chantilly

Leite em pó é segredo para deixar chantilly mais estável e resistente - Getty Images
Leite em pó é segredo para deixar chantilly mais estável e resistente
Imagem: Getty Images

Larissa Maria

Colaboração para Nossa

07/12/2021 04h00

Conquistando cada vez mais espaço na confeitaria, o chantininho, ao contrário do chantilly, que ao ser levado à geladeira ou exposto em temperatura ambiente derrete e racha, este, por sua vez, é conhecido por sua estabilidade e maior resistência.

Essa cobertura tem como sua principal base o chantilly que, ao acrescentar o leite em pó, torna-se um creme ideal para decorar bolos, pavês, tortas, além de ter, segundo as confeiteiras, um custo baixo e bom rendimento. Mas apesar de simples, pequenos detalhes no preparo podem fazer toda a diferença.

Qual chantilly usar?

Escolha o chantilly preferido para fazer a versão com leite em pó - Unsplash - Unsplash
Escolha o chantilly preferido para fazer a versão com leite em pó
Imagem: Unsplash

Estabilidade, resistência e resultado final são alguns das características que se deve considerar ao escolher um chantilly. Existem diversas marcas que são classificadas como linha tradicional ou premium.

Nesse caso, a escolha mais indicada é a premium, que por ser uma linha profissional é mais estável, resistente e apresenta um melhor resultado. Mas lembre-se: analisar o sabor que mais agrada você e o rendimento faz a diferença.

Ingrediente gelado faz a diferença

Ao preparar o chantilly é indispensável que ele esteja gelado, pois, muitas vezes, a cobertura não chega ao ponto correto por não ter sido refrigerada o suficiente. Para que isso não aconteça, siga as recomendações do fabricante na embalagem.

A maioria das marcas recomenda o tempo mínimo de 12 horas na geladeira, mas para maior eficácia, vale levar ao freezer de 20 a 30 minutos antes de usar.

"Buraco" do meio é o ponto

Buraco no meio da tigela da batedeira é um dos pontos do chantininho - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Buraco no meio da tigela da batedeira é um dos pontos do chantininho
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Especialistas explicam que quando o chatininho atinge o seu ponto ideal, ele fica firme, poroso, sem brilho e forma um buraco no centro da batedeira.

Na dúvida, pegue uma espátula e faça o teste, se a cobertura não cair, está pronto. Durante o preparo é importante estar atento, pois é um processo rápido e, caso seja batido além do ponto, perderá sua estabilidade, ficando com o aspecto derretido e talhado.

Preferencialmente, ele é usado para coberturas, já que sua textura permite fazer ótimas decorações, mas para quem prefere como recheio, é recomendado que ele esteja firme e leve.

Leite em pó antes ou depois?

Durante o preparo do chatininho fique atento a alguns detalhes: o leite em pó deve ser adicionado junto ao chantilly, a cada 1 litro, acrescente 120 gramas de leite, que vai funcionar como um estabilizador, tornando o creme mais firme e resistente.

Por isso, se seu creme talhar, será uma consequência do excesso de calor e batimento demasiado.

Liso, cremoso e brilhante

Truque garante chantininho com cara saborosa - IStock - IStock
Truque garante chantininho com cara saborosa
Imagem: IStock

Após o preparo, o chantininho tende a ficar sem brilho e com excesso de ar. Contudo, para devolver o efeito acetinado, é necessário fazer uma hidratação. Para isso pode ser usado leite condensado, leite integral, água, creme de leite ou até mesmo o chantilly, em seu estado líquido.

Uma dica é ir adicionando aos poucos e misturar, até notar que o creme ficou macio e cintilante. Mas lembre-se: o ingrediente usado precisa estar gelado durante todo o processo, e fique atento a quantidade de produto para atingir o resultado esperado.

Use a criatividade

Chantininho é versátil - Unsplash - Unsplash
Chantininho é versátil
Imagem: Unsplash

O chantininho é uma cobertura versátil que permite a criação de diversas combinações, como a saborização com essências, por exemplo. No recheio, você pode aproveitar as frutas e geleias. Na cobertura, abuse das cores com o corante, mas cuidado para não amargar.

Uma dica para que isso não aconteça é optar por corantes hidrossolúveis e adicioná-los aos poucos, experimentando até atingir a cor desejada. Mas, se quiser ainda mais brilho, não economize nos glitters comestíveis.

Para não derreter, estabilize

Estabilizadores ajudam chantininho a ficar sempre bom - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Estabilizadores ajudam chantininho a ficar sempre bom
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Está com medo de ele derreter? Não se preocupe, basta estabilizá-lo, isso o deixa mais resistente ao calor e permite usar a cobertura com segurança. Para fazer isso é necessário utilizar agentes estabilizadores como o emulsificante, merengue em pó, glace e gelatina.

O chantininho pode ser usado logo após ficar pronto, mas para um creme mais resistente, o ideal é deixá-lo na geladeira até a hora de usar.

Fontes: Laisla Morais Di Bela Confeitaria, Sueli Ferreira professora de confeitaria e Manu Cake Designer.