PUBLICIDADE
Topo

Saiba quando hidratar a tapioca, como fazer e truque para colorir a massa

Polvilho hidratado se sai melhor do que massa de tapioca pronta - Getty Images/iStockphoto
Polvilho hidratado se sai melhor do que massa de tapioca pronta Imagem: Getty Images/iStockphoto

De Nossa

26/11/2021 10h19

Quando o assunto é tapioca, quem não tem acesso à goma fresca que sai da mandioca prontinha para ser peneirada acaba recorrendo à massa de mercado já hidratada.

Mas o chef Rodrigo Oliveira, do premiado Mocotó, em São Paulo, dá uma outra sugestão: comprar polvilho doce e fazer o processo de hidratação em casa. É fácil, versátil, barato e rende mais — só vantagens!

Para cada pacotinho, que vem com 500 gramas de polvilho, Rodrigo junta duas pitadas generosas de sal e cerca de 300 mililitros de líquido. Pode ser água, café forte ou suco de beterraba, espinafre, couve e cenoura.

Qualquer um dos líquidos deve estar frio".

Tapioca - Filipe Frazão/Getty Images/iStockphoto - Filipe Frazão/Getty Images/iStockphoto
Polvilho com água é peneirado e levado à frigideira
Imagem: Filipe Frazão/Getty Images/iStockphoto

A quantidade, no entanto, pode variar a depender da marca e do lote do produto. Por isso, incorpore umidade aos poucos. "O trabalho é quebrar os blocos para que eles fiquem homogêneos".

Para saber se a massa está no ponto, amasse com a mão um pedaço e veja se não se esfarela com tanta facilidade. Depois disso, basta esperar 10 minutinhos, peneirar a tapioca e prepará-la na frigideira quente.

Uma dica bacana é usar escumadeira para espalhar a tapioca, deixando-a fininha e sem amassar. Quando as bordas começarem a levantar, é sinal de que está bem hidratada e no ponto certo de cozimento.

Assista, em vídeo, Rodrigo Oliveira hidratando a sua tapioca com café: