PUBLICIDADE
Topo

Batata-doce recheada de queijo e cebola é prática, barata e bonita; aprenda

Batata-doce recheada de queijo e cebola é receita prática e bonita - Marcel Gussoni
Batata-doce recheada de queijo e cebola é receita prática e bonita
Imagem: Marcel Gussoni

Gabrielli Menezes

De Nossa

20/10/2021 04h00

Marcel Gussoni

Marcel Gussoni

QUEM É

Filho de artistas, o publicitário, que ama fotografia e música, começou a cozinhar para receber em casa pessoas queridas. No Sabor Sonoro, ele posta suas fotos e passa receitas. O acompanhamento? Playlists para curtir o momento.

Versáteis, a batata-doce e a batata-doce-roxa são dubles da batata inglesa em inúmeras receitas. Aqui, a proposta é recheá-las de queijo de coalho e cebola.

O primeiro processo, de acordo com o publicitário e fotógrafo Marcel Gussoni, à frente do site "Sabor Sonoro", é cozinhar a batata em água e refogar a cebola na saborosa mistura de vinagre, sal, açúcar e pimenta-do-reino.

Depois, é só cortar a batata, rechear com a cebola mais pedacinhos de queijo de coalho (ou aquele da sua preferência) e levar ao forno para gratinar. Na finalização, vão bem salsinha e sementes, como a de girassol, o gergelim e a chia, mas é opcional.

Batata-doce recheada - Marcel Gussoni - Marcel Gussoni
Batata-doce-roxa recheada passa pelo forno só para o queijo derreter e gratinar
Imagem: Marcel Gussoni

Ligado na estética, Marcel considera a pedida, além de prática, bonita:

É um jeito diferente de apresentar os ingredientes do dia a dia".

Como só leva vegetais e queijo, a receita sai baratinha e ainda agrada mais gente — os vegetarianos se sentirão bem-vindos.

Confira a receita completa clicando na imagem abaixo:

Batata-doce recheada

Dificuldade Fácil
Ver receita completa

O som e as cores da cozinha

Ainda pequeno, Marcel já estava com uma câmera analógica na mão aprendendo sobre obturador e diafragma. Os conceitos que agora parecem de outro mundo por causa do celular treinaram o olhar do publicitário, de 44 anos, que tem a fotografia como paixão.

Filho de artista plástica, o morador de Uberlândia se acostumou a prestar atenção nas formas, nas cores e nos sons. Quando se casou e conquistou seu cantinho, começou a cozinhar para receber os amigos e a família e adquiriu um costume durante o preparo e a refeição: selecionar a playlist.

A comida é celebração. E eu gosto de pensar no contexto: bebe com o quê? Come ouvindo qual música?".

Incentivado pela esposa, ele criou, em 2008, o "Sabor Sonoro", blog e Instagram que toca até hoje em paralelo com a agência própria de publicidade. Desde então, fotografa o que cozinha e, sempre que dá, sugere uma harmonização musical.

Para a batata-doce recheada, a indicação é ouvir Movin', da banda texana Mingo Fishtrap que se formou em 1990 e se dedica ao soul. "Colorida e feliz".