PUBLICIDADE
Topo

"Usei capa de vestido de noiva da minha mãe em ensaio sexy aos 51 anos"

Capa usada junto ao vestido de noiva no casamento da mãe de Suzana Azar, hoje ganha um sentido resignificado pela jornalista - Raquel Gomes
Capa usada junto ao vestido de noiva no casamento da mãe de Suzana Azar, hoje ganha um sentido resignificado pela jornalista Imagem: Raquel Gomes

Suzana Azar, em depoimento a Marilia Marasciulo

Colaboração para Nossa

11/10/2021 04h00

Suzana Elias Azar

Suzana Elias Azar

Profissão

Jornalista

Minha roupa com história

Capa de vestido de noiva da minha mãe

Vestidos de noiva e complementos costumam ficar guardados e esquecidos em armários. Amarelam com o tempo, às vezes emboloram, e aí são descartados. E eu, que sou solteira por convicção, nunca entendi bem o porquê de uma roupa com tanto significado e tão cheia de energia positiva e amor ficar guardada no armário até estragar.

Minha mãe casou em setembro de 1968, depois de 8 anos de namoro e noivado. Foi um dos dias mais felizes da vida dela. A capa do vestido é em renda branca francesa, com flores delicadas, e foi feita por uma costureira. Como meus avós viajavam muito, acredito que a renda tenha sido comprada por minha avó materna, que era bem ligada em moda e inclusive costurava para as filhas e as netas.

Registro do casamento da mãe de Suzana, em 1968 - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Registro do casamento da mãe de Suzana, em 1968
Imagem: Arquivo Pessoal

Há 4 anos, quando a primeira neta da minha mãe se casou, ela pediu para a avó resgatar a capa do casamento, porque estava pensando em usar por cima do vestido. Minha mãe ficou muito feliz que a primeira neta queria usar a capa. Tirou do armário, mandou para uma lavanderia e a capa em renda francesa voltou intacta, bem branquinha e em excelente estado de conservação. Mas, no fim, minha sobrinha não usou a capa, que ficou pendurada no armário.

Desde então, comecei a pensar em ressignificar a peça e usá-la com looks casuais, em um estilo high low, com shorts jeans e top por baixo da capa de renda, ou por cima de vestidos leves de verão. Até que, em maio deste ano, minha mãe faleceu. Uma semana após a morte dela, meu pai pediu para já separarmos as coisas dela e decidir o que ficaria com quem. Resolvemos que a capa ficaria à disposição das quatro filhas e das netas, mas na prática ficou comigo.

Como ela faleceu na pandemia e estou seguindo o protocolo de evitar sair de casa, ainda não usei a capa de todas as formas que imaginei. Mas ela já foi bem marcante. No meu aniversário de 51 anos, fiz um ensaio fotográfico estilo boudoir.

Meu objetivo era incentivar mulheres maduras a se amarem, a se cuidarem e, em vez de se esconderem, se mostrarem plenas, sexies (por que não?), empoderadas, dentro de seu próprio estilo de vida".

Suzana com a capa para o ensaio fotográfico - Raquel Gomes - Raquel Gomes
Suzana com a capa para o ensaio fotográfico
Imagem: Raquel Gomes
Fotos serviram como uma homenagem à mãe - Raquel Gomes - Raquel Gomes
Fotos serviram como uma homenagem à mãe
Imagem: Raquel Gomes

Esta capa de renda branca foi perfeita para a proposta. Quando vesti a peça, me senti iluminada, leve, transbordando amor. Além de extremamente glamourosa.

No fim, a série de fotos com a capa em renda francesa se tornou um tributo, uma homenagem poética para minha mãe. Me senti acolhida e feliz vestindo a roupa que ela usou no dia que casou com seu grande amor, o meu pai".

Capa do vestido é feita com renda francesa - Raquel Gomes - Raquel Gomes
Capa do vestido é feita com renda francesa
Imagem: Raquel Gomes
Além do ensaio, peça também faz parte do dia a dia de Suzana - Raquel Gomes - Raquel Gomes
Além do ensaio, peça também faz parte do dia a dia de Suzana
Imagem: Raquel Gomes

Quando a pandemia acabar, pretendo montar diferentes looks para usar no verão, de dia e de noite, com coturno ou com salto alto, com acessórios delicados ou com maxi acessórios. Sair vestida de amor para espalhar leveza por aí e mostrar que nem aquelas peças feitas para serem usadas uma única vez merecem ficar guardadas no armário, esperando seu fim. Sempre dá para dar um novo significado para a roupa com história e usar muitas outras vezes.

Como usar

Casual

A capa de renda leva feminilidade e romantismo ao look básico de jeans e camiseta. No dia a dia, use com rasteirinhas, tênis e botinhas. Para o trabalho ou situações mais formais, sandálias de salto caem bem.

Conto de fadas

Noivas modernas também apostam em capas de renda para um toque de conto de fadas em seus casamentos. Lily Collins que o diga. A atriz investiu na peça para oficializar sua relação com o diretor americano Charlie McDowell.