PUBLICIDADE
Topo

Por dentro do novo "buteco" que chef Jacquin abre em São Paulo

O jurado do MasterChef na inauguração do Buteco do Jacquin - Gabrielli Menezes/UOL
O jurado do MasterChef na inauguração do Buteco do Jacquin Imagem: Gabrielli Menezes/UOL

Gabrielli Menezes

De Nossa

07/10/2021 14h48

O imponente imóvel instalado no número 2.996 da Avenida Faria Lima, em São Paulo, que ficou conhecido por abrigar o Octávio Café de 2007 a julho de 2020, agora tem novo inquilino: o chef Erick Jacquin.

Pela primeira vez, o jurado do MasterChef se dedica às comidinhas informais no chamado Buteco do Jacquin — o nome se escreve com "u" mesmo, para expressar o som da fala.

O espaço abre as portas ao público nesta sexta (8) com um menu reduzido. A ideia é que, no futuro, o local sirva os clientes o dia todo, com sugestões de café, almoço executivo, lanches e happy hour.

É um boteco moderno com clássicos como feijoada, carne-seca...".

Buteco do Jacquin - Gabrielli Menezes - Gabrielli Menezes
Chapéu de chef pendurado no teto: atração para fotos
Imagem: Gabrielli Menezes

Chapéu, charuto e luxo

No centro da construção está um objeto que promete encher o feed do Instagram: um chapéu branco de 6 metros pendurado ao teto. Típico da profissão, o acessório foi criado no passado para que o piloto da cozinha se diferenciasse do restante da brigada.

O novo negócio, no entanto, não é exclusivo de Jacquin. Batizado de Espaço Helbor, o lugar é um boulevard de marcas de luxo que deve receber quem pode comprar um barco, uma arte, uma moto ou, quem sabe, um apartamento. Há ainda um lounge onde é permitido fumar charuto.

Charuto: é permitido fumar no lounge do Espaço Helbor - Lucas Seixas/UOL) - Lucas Seixas/UOL)
Charuto: é permitido fumar no lounge do Espaço Helbor
Imagem: Lucas Seixas/UOL)

Francês naturalizado brasileiro

Dentre as opções, o boteco do chef-televisivo parece a mais acessível do grande público desfrutar. O menu, que une pedidas francesas, como steak tartare, a ícones brasileiros, apresenta a faceta tropical do chef.

Faz 27 anos que estou no Brasil. Está na hora de mostrar que sou um pouco brasileiro".

Steak tartare: presença garantida no menu - Reprodução - Reprodução
Steak tartare: presença garantida no menu
Imagem: Reprodução

Nesse sentido, o grande chamariz são as porções para dividir, como no boteco. Tem bolinho de feijoada, pastel de feira, filé-mignon à milanesa e dadinho de tapioca, aperitivo mais em conta que custa R$ 43.

Para fomes maiores, há refeições individuais a partir de R$ 70, caso do estrogonofe de filé-mignon com toque de especiarias guarnecido de arroz e chips. "Vamos atender aos executivos da região com o prato do dia, com saladinha de entrada e café mais petit four".

A partir do dia 18 de outubro, a casa começa a operar com um menu encorpado. Nas futuras sobremesas, o trio de docinhos brasileiros — brigadeiro, pudim e quindim — dividirá espaço com o francês creme brûlé e o doce mais célebre do chef, o petit gâteau.

Pain au Chocolat - Buteco do Jacquin - Gabrielli Menezes - Gabrielli Menezes
Folhados de produção própria serão servidos no café da manhã
Imagem: Gabrielli Menezes

Tem luxo, mas também é descontraído. Dá para tomar cerveja e comer croquete de feijoada".

A maioria das preparações é feita lá mesmo numa cozinha de dois andares. Segundo o jurado do MasterChef, a estrutura é "extraordinária". A nova equipe em parte é composta por funcionários que trabalhavam no Président, restaurante queridinho do chef situado nos Jardins.

Já os itens de confeitaria e de viennoiserie (folhados), que mais para frente serão servidos no café da manhã, saem da cozinha de produção à parte, apelidada de "laboratório" por Jacquin.

Negócio temporário

Espaço Helbor - Gabrielli Menezes - Gabrielli Menezes
Espaço Helbor: vai virar um prédio daqui 3 anos
Imagem: Gabrielli Menezes

Antes de ser vendido para a incorporadora Helbor, o terreno de 1.600 metros quadrados pertencia à família do ex-governador Orestes Quércia (1938-2010).

Desde que os herdeiros ergueram a construção para sediar o Octávio Café, estabelecimento focado em grãos especiais, a casa chamou a atenção pelo tamanho, pela pompa e por estar em meio a prédios comerciais do Itaim Bibi, área nobre de São Paulo.

"O nome Octávio Café fica. Quando peguei o táxi para chegar ao Buteco do Jacquin, falei: me leva no Octávio Café. O taxista sabe onde é".

Esse legado, no entanto, chegará ao fim. O Espaço Helbor — e o Buteco do Jacquin — devem funcionar apenas por três anos. Depois disso, tudo irá abaixo e ali subirá mais um prédio, cuja miniatura pode ser vista no showroom anexo da construtora.

"Tem gente que abre um restaurante e acha que vai funcionar pelo resto da vida e não acontece. Por isso, não podemos pensar no tempo de duração. É uma pena, mas é uma experiência e a gente sempre aprende", diz Jacquin.

Outros projetos

Buteco do Jacquin - Gabrielli Menezes - Gabrielli Menezes
"Sem MasterChef não seria quem sou hoje"
Imagem: Gabrielli Menezes

Com mais de 100 pessoas na equipe, o chef-celebridade toca três restaurantes — o Ça-Va Restaurant, na Bela Vista, o Président, nos Jardins, e o boteco novato — e tem uma marca só de delivery, a Jojo Gastrô.

Muita coisa? Até o fim de novembro, o número subirá. O LVTETIA, nome dado à região da Paris na época do Império Romano, servirá comidas italianas na Rua da Consolação, 3585. Já o Ça-Va Café vai oferecer comidinhas num prédio da Helbor.

Tamanha guinada está diretamente relacionada à notoriedade que Jacquin ganhou desde a estreia do MasterChef, em 2014.

Sem o programa eu não seria quem sou hoje. A TV mudou a minha vida. Não sei mais se sou o cozinheiro que aparece na TV ou o homem da TV que tem restaurantes".

Além de ser estrela no reality mais prestigiado do setor, Jacquin apresenta o "Pesadelo na Cozinha" e o "Minha receita", todos na Band.