PUBLICIDADE
Topo

Além da pizza, 6 comidas de rua que Bolsonaro deveria ter provado em NY

Bolsonaro come pizza com comitiva durante viagem à Nova York, onde participa de Assembleia Geral da ONU - @gilsonmachadoneto no Instagram
Bolsonaro come pizza com comitiva durante viagem à Nova York, onde participa de Assembleia Geral da ONU
Imagem: @gilsonmachadoneto no Instagram

Carolina Camargo

Colaboração para Nossa, de Nova York

21/09/2021 15h56

A imagem de Jair Bolsonaro comendo pizza na rua em Nova York deu a volta ao mundo. Foi uma solução possível, já que o presidente não poderia frequentar restaurantes por não estar vacinado contra a covid-19 — desde agosto a cidade exige uma certificação de vacinação para entrar em locais públicos fechados.

Restaram-lhe as opções com mesas na calçada ou no sistema "pague e leve", como as pizzas em fatias que compartilhou com a comitiva. A estadia foi curta, mas Bolsonaro teria em Nova York um cardápio completo de comidas de rua. Ficam aqui nossas dicas para as próximas viagens do presidente à Big Apple:

Hot dog e pretzel

Carrinho de cachorro-quente e pretzel - Carolina Camargo - Carolina Camargo
Carrinho de cachorro-quente e pretzel
Imagem: Carolina Camargo

Dois clássicos nova-iorquinos precisam entrar no "menu na calçada" de Bolsonaro quando voltar a NY: cachorro-quente e pretzel. Em qualquer esquina da cidade ele encontrará as duas iguarias. Mas um aviso: o tradicional hot dog americano (US$ 3) tem apenas dois ingredientes: pão e salsicha.

Já o pretzel (US$ 2) é uma massa de origem alemã em formato de nó. Assada, é finalizada com um sal grosso por cima. Coma enquanto está quente e molinha porque depois que esfria fica duro igual pedra.

Pretzel NYC - Palinchakjr/Getty Images - Palinchakjr/Getty Images
Imagem: Palinchakjr/Getty Images

A dica de ouro é comprar em um dos carrinhos que ficam na frente do Metropolitan Museum of Art, o Met, localizado na 5ª Avenida, e se sentar na escadaria do museu para fazer a refeição. É uma delícia ficar observando os turistas passeando pelo lugar.

Para um cachorro-quente mais caprichado, um destino certo é o Gray's Papaya, na Broadway, que já chegou a ser o mais famoso de NY. O básico com salsinha Frank's, cebola, relish (mix de temperos triturados) e sauerkraut (repolho fermentado) custa US$ 2,95. Por US$ 0,50 a mais, você pode colocar chilli (carne moída com molho vermelho e pimenta) ou queijo.

Donut

Krispy Kreme Doughnuts - Carolina Camargo - Carolina Camargo
Imagem: Carolina Camargo

O doce preferido de Homer Simpson também deve agradar Bolsonaro. O presidente poderá garantir seu donut na maior unidade do mundo do famoso Krispy Kreme Doughnuts.

A casa tem uma janela de vendas voltada para rua — então nem é preciso entrar na loja, que só permite o acesso de pessoas com a vacinação para a covid-19 em dia.

Uma boa pedida é o Original Glazed, o donut clássico da marca. A caixinha com três rosquinhas sai por US$ 5,99.

Sorvete de casquinha

Carrinho de sorvete - Carolina Camargo - Carolina Camargo
Imagem: Carolina Camargo
Carrinho de sorvete - Carolina Camargo - Carolina Camargo
Imagem: Carolina Camargo

Apesar de o verão chegar ao fim amanhã (22), o clima em NY ainda está quente e os caminhões de sorvete (soft serve) continuam espalhados pela cidade.

São apenas dois sabores: chocolate ou baunilha — também dá para optar pelo twisted, com os sabores misturados. Mas é possível escolher várias coberturas para incrementar, como o granulado de chocolate ou o colorido — leite condensado, infelizmente, não está entre as opções. Outro up no sorvete é pedir aquela casquinha dura de chocolate ou de cereja. Custa a partir de US$ 5.

Ponto negativo: a maioria dos caminhões só aceita dinheiro. A dica é comprar no veículo que fica no Columbus Circle, quase na frente do Trump International Hotel (vai que o amigo Donald Trump está por ali para dar um alô?) e aproveitar para fazer uma caminhada pelo Central Park.

Marmitão

The Halal Guys - Reprodução Instagram - Reprodução Instagram
Imagem: Reprodução Instagram

Esse é para alimentar bem a comitiva inteira na próxima viagem. Não importa o horário do dia, o carrinho do The Halal Guys, na W 53th Street com a 6ª avenida, sempre tem uma fila enorme. Motivo: fartura com preço bom (para os padrões de Nova York, claro).

A marmita com carne gyro, frango ou falafel, arroz, salada, pão sírio e o famoso molho apimentado sai por US$ 10.90 (grande) ou US$ 9,39 (pequeno).

Dica: para evitar a fila, você pode entrar no site e fazer o pedido on-line e até escolher o horário para pegar a comida. Apesar de terem vários carrinhos espalhados pela cidade, os localizados em Midtown são os mais famosos.

Waffle

Wafels & Dinges - Carolina Camargo - Carolina Camargo
Imagem: Carolina Camargo

Wafels & Dinges - Carolina Camargo - Carolina Camargo
Imagem: Carolina Camargo

Quem chega para passear pelo Bryant Park logo sente um cheiro doce difícil de resistir. São os waffles da Walfels & Digels. Feitos na hora e quentinhos, podem receber chantilly, sorvete, calda de chocolate, doce de leite, morangos, banana e até bacon frito de cobertura. Além dessa unidade, a empresa tem carrinhos espalhados pelo Central Park e unidades em diversos pontos da cidade.

O básico sai por US$ 5,46. O S'mores com marshmallows e calda de chocolate custa US$ 11,39. O "Elvis" leva bacon, manteiga de amendoim, banana e mel por US$ 13,27.

Fica a dica: no mesmo quarteirão tem a principal biblioteca pública da cidade. O prédio com os dois imponentes leões na frente é ponto turístico obrigatório. Fundado em 1911, conta com mais de 2,5 milhões de livros.

Extra: a pizza famosa

Ray's pizza - Carolina Camargo - Carolina Camargo
Ray's pizza
Imagem: Carolina Camargo

Pizza já entrou no cardápio desta viagem de Bolsonaro, mas vale repetir o menu para conhecer uma das redes de pizzarias mais famosas de NY, a Ray's, fundada em 1964.

Ray's pizza - Carolina Camargo - Carolina Camargo
Imagem: Carolina Camargo

Diferentemente de no Brasil, o mais comum nos EUA é comprar a fatia da pizza. Mas nada de comida feita na hora. Desde cedo, as redondas ficam prontas, expostas na vitrine. Só depois de escolher e pagar é que seu pedaço é requentado no forno elétrico. Coisa de 1 minuto. A de queijo sai por US$ 3,50 e a de peperoni custa US$ 3,75. O tamanho é generoso e nenhum ministro vai sair com fome.

Escolha a unidade da Times Square e vá comer seu pedaço sentado na escadaria vermelha da TKTS (onde são vendidos os ingressos da Broadway a preços promocionais). Olhando os outdoors, você fica sabendo de todos os lançamentos de filmes, séries e músicas. Ótimo local para tirar selfies e postar nas redes sociais.