PUBLICIDADE
Topo

Arroz de coco e moqueca: aprenda as receitas de Dadá, querida chef baiana

De Nossa

31/08/2021 11h00

Aldaci dos Santos, a Dadá, é uma das quituteiras mais conhecidas na Bahia. Hoje com 60 anos, ela comanda há 30 o restaurante batizado de Sorriso da Dadá.

O nome do estabelecimento, que fica em uma das vielas estreitas e enladeiradas do Pelourinho, em Salvador, evidencia que a chef tem simpatia de sobra para oferecer aos clientes.

Turistas e locais se encaminham ao número 5 da Rua Frei Vicente em busca da cozinheira e, é claro, dos pratos soteropolitanos, como a moqueca de peixe e o arroz cozido no leite de coco — confira as receitas ao fim da matéria.

Dadá - Preto à Porter - MOV/UOL - MOV/UOL
Dadá: carismática e cheia de energia
Imagem: MOV/UOL

Defensora do uso de ingredientes naturais, Dadá acredita na energia passada pela comida e cozinha cheia de empolgação quando tem a mão produtos frescos e locais.

Cozinhar, para mim, é poder recomeçar todos os dias. É como se eu estivesse flutuando. Tem muita cor, muita energia..."

No episódio desta semana de Preto à Porter, série produzida pela MOV, Dadá mostra um pouco da sua personalidade e luta para o ator Helio de La Peña, a empreendedora Neyzona, o fotógrafo Roger Cipó e a historiadora Caroline Sodré.

De Aldaci a Dadá

Dadá - Preto à Porter - MOV/UOL - MOV/UOL
Valorização dos produtos naturais: ingredientes locais inspiram
Imagem: MOV/UOL

Nascida em Sítio do Conde, a 194 quilômetros da capital baiana, e criada "com muito amor numa casa de palha de coqueiro", Dadá começou a cozinhar aos 5 anos com a mãe e as cozinheiras das casas onde trabalhava lavando panelas.

A comida se tornou o sustento da família bem mais tarde, quando ela foi mandada embora do trabalho como empregada doméstica ao anunciar para os patrões que estava grávida da filha, Rafaela, hoje com 35 anos.

Dadá - Preto à Porter - MOV/UOL - MOV/UOL
Aldaci dos Santos é devota de Yemanjá
Imagem: MOV/UOL

Seus negócios gastronômicos viveram o tempo áureo na década de 90. O restaurante, que à época chamava-se Varal da Dadá e ocupava um espaço simples em Alto das Pombas, ganhou fama no país inteiro.

O lugar passou a ser o destino de publicitários, artistas, empresários e políticos. Com notoriedade, Dadá também realizava eventos e e festas. Numa ocasião, serviu seus quitutes até para Hillary Clinton e o ator Will Smith.

A comida transformou a Aldaci dos Santos em Dadá."

Receitas

Arroz de coco - Reprodução Instagram - Reprodução Instagram
Imagem: Reprodução Instagram

Devota de Yemanjá, Dadá conta que o arroz cozido no leite de coco é o prato preferido do orixá. "Ela gosta de arroz porque significa prosperidade e transformação".

A receita vai bem com a moqueca de peixe vermelho que, segundo a chef, é bem levinha porque o azeite de dendê entra na panela apenas na finalização.

Confira, abaixo, como fazer os dois preparos, que servem quatro pessoas.

ARROZ DE COCO

Ingredientes

  • 500 gramas de arroz
  • 1,5 litro de leite de coco
  • 200 gramas de coco ralado
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 1 colher de chá de sal

Modo de preparo

Coloque todos os ingredientes numa panela e leve ao fogo médio. Quando o leite de coco estiver quase secando, desligue o fogo, tampe a panela e deixe descansar.

Moqueca - Cacio Murilo de Vasconcelos/Getty Images/iStockphoto - Cacio Murilo de Vasconcelos/Getty Images/iStockphoto
Imagem: Cacio Murilo de Vasconcelos/Getty Images/iStockphoto

MOQUECA DE PEIXE

Ingredientes

  • 2 dentes de alho
  • 2 colher de sopa de sal
  • 1 xícara de chá de coentro picado
  • Suco de 2 limões
  • 4 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 2 quilos de peixe vermelho em postas
  • 1 litro de água
  • 4 tomates
  • 2 cebolas
  • 1 pimentão de sua preferência ou 150 gramas de cada (vermelho, amarelo e verde)
  • 1 xícara de chá de cebolinha
  • 2 colheres de chá de salsa
  • 1,5 litro de leite de coco
  • 3 colheres de sopa de coco ralado
  • 2 colheres de sopa de azeite de dendê

Modo de preparo

No pilão, macere o alho, uma colher de sopa de sal e duas colheres de sopa do coentro até fazer uma pastinha. Junte o suco de um limão e uma colher de sopa de azeite de oliva. Misture e reserve.

Coloque o peixe para marinar numa tigela com o suco do outro limão, a água e resto de sal. Se estiver calor, pode juntar pedras de gelo. Enquanto isso, corte a cebola em rodelas finas, pique a cebolinha e a salsa e corte o tomate e os pimentões em tirinhas. Reserve.

Escorra a água do peixe e lave as postas rapidamente em água. Depois, tempere uma a uma com com a mistura do pilão e reserve.

Numa tigela, misture a cebola, o tomate, os pimentões, a cebolinha e o restante do coentro. Divida em três partes. Use a primeira parte para forrar o fundo de uma panela grossa fora do fogo.

Por cima, acomode o peixe temperado. Cubra com a segunda leva de temperos, regue com três colheres de sopa de azeite de oliva. Junte o leite de coco, o coco ralado e leve ao fogo.

Deixe cozinhar por vinte minutos com a panela tampada ou até que o peixe fique no ponto. Por fim, coloque a decoração que desejar (coentro e legumes são boas opções) e o azeite de dendê. Retire do fogo e sirva com arroz.