PUBLICIDADE
Topo

Kendall Jenner é processada por grife que pede R$ 9,5 mi de indenização

Kendall Jenner - Getty Images
Kendall Jenner Imagem: Getty Images

De Nossa

12/08/2021 11h34

Kendall Jenner está sendo processada pela grife italiana Liu Jo. A marca pede que a modelo pague indenização de US$ 1,8 milhão — aproximadamente R$ 9,5 milhões, em cotação de hoje — por uma suposta quebra dos termos de contrato.

Segundo a publicação especializada Dazed Digital, a equipe jurídica da Liu Jo apresentou a documentação para a abertura do processo na segunda-feira (2) em um fórum de Nova York. O texto afirma que Kendall foi contratada para estrelar dois ensaios para a grife, mas não teria comparecido para o segundo.

A empresa pede US$ 1,5 milhão (R$ 7,8 milhões) — o pagamento original da modelo — mais um acréscimo de 20% para cobrir "taxas de serviço", em um total de US$ 1,8 milhão ou R$ 9,5 milhões de indenização. A top posou para a primeira campanha da Liu Jo em julho de 2019. Na ocasião, ela recebeu US$ 1,35 milhão, algo em torno de R$ 7 milhões, em cotação de hoje.

O segundo ensaio estava marcado para março de 2020 em Londres, mas foi adiado depois que o fechamento de fronteiras após o início da pandemia impediu Kendall de viajar. Ainda de acordo com a Dazed, os documentos apresentados pela Liu Jo aos tribunais americanos alegam que tanto o time da grife quanto Kendall concordaram em remarcar o trabalho para outubro de 2020, mas não fecharam uma data.

A marca teria oferecido múltiplas opções e locações ao longo dos meses, mas Kendall teria "repetidamente falhado em oferecer à Liu Jo uma resposta definitiva às propostas", além de não apresentar "alternativas razoáveis, rejeitar todas as ofertas de boa-fé e compromisso da Liu Jo" e, eventualmente, ter parado de responder totalmente às tentativas de contato.

A grife ainda destaca que teve que encontrar modelos para substituí-la e reestruturar inteiramente a campanha, com "altos custos".

Um porta-voz da agência que representa Kendall Jenner, a The Society, afirmou ao E! News que o processo "não tem mérito".

"The Society Management, em nome da senhorita Kendall Jenner, ofereceu opções de datas e locais à Liu Jo continuamente para cumprir com um acordo que teve de ser adiado por causa da pandemia do coronavírus. Kendall Jenner ofereceu, de livre e espontânea vontade, completar os serviços e honrar seus compromissos".