PUBLICIDADE
Topo

Casa com cara de fazenda foi toda construída com materiais de demolição

Casa de Sirlei Limberger, marido e os filhos é inspirada pelo estilo farmhouse e trabalha com a decoração rústica - Arquivo Pessoal
Casa de Sirlei Limberger, marido e os filhos é inspirada pelo estilo farmhouse e trabalha com a decoração rústica
Imagem: Arquivo Pessoal

Carol Scolforo

Colaboração para Nossa

05/08/2021 04h00

Há 10 anos, quando Sirlei Limberger chegou a este terreno em Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul, era "tudo mato", como se diz por aí.

A ideia era construir aos poucos uma casa para ela, o marido Cristian, e os filhos, Henrique — que já não mora com a família, Bianca e Antônia. Ela, decoradora de interiores, ele, publicitário, visualizavam o estilo rústico para viverem na chácara.

A casa tomou um caminho incomum assim que eles optaram por construir com madeira de demolição em todos os espaços.

"Primeiro garimpamos as peças e vimos o que conseguiríamos fazer com elas. Compramos todo o conjunto de esquadrias e depois pensamos em como colocá-las", conta Sirlei. Afinal, viria desses elementos a identidade mais forte da construção.

A única certeza era de que o quarto do casal seria no térreo e o das filhas, no mezanino. A área social integraria salas de estar, jantar e cozinha, além das varandas ao redor. Um total de generosos 280 m².

O mais interessante é que a família não sabia quando a morada ficaria pronta. Afinal, encontrar todos os materiais leva tempo, pesquisa, garimpo e negociação. Se valeu a pena? "As madeiras da varanda têm mais de 80 anos e estão intactas, já fizeram parte da história de muitas outras pessoas. Amamos saber disso."

Construir assim é um processo muito diferente. Não há espaço para ansiedade, não conseguimos ter controle sobre nada. Quando entendemos isso, construímos uma boa história".

Farm house: um estilo de vida

Sirlei Limberger - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Sirlei Limberger
Imagem: Arquivo Pessoal
Detalhes da decoração da casa - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Detalhes da decoração da casa
Imagem: Arquivo Pessoal

Para o casal, nenhum outro estilo de arquitetura refletiria melhor sua vida. "Muitos prédios antigos em cidades vizinhas são demolidos e deles resta essa madeira. Temos a porta de uma igreja aqui, que foi reformada e não valorizada na nova construção. Para nós, isso dói. Valorizamos a história das coisas e acabamos prolongando a vida das peças", explica Sirlei.

Toda a decoração foi pensada pela dupla, que acabou encontrando, dentro do estilo rústico, uma variante: o estilo farm house.

"O rústico em si é cansativo para morar. Esse estilo tem mais leveza, com branco, madeira, verde", detalha. Tanto que por não encontrar itens de decoração em sintonia, acabaram criando eles mesmos os objetos.

O Cris sempre teve como hobby a marcenaria. Começou com estrelas, passou para banquinhos, caixotes", conta.

Ela, em 2020, começou a mostrar a casa no perfil @sirleilimberger_ e vieram interessados nessas criações. De repente Cristian criou a marcenaria que morava em seus sonhos — a Fiorella Farm House. E Sirlei bloqueou a agenda de projetos para se tornar criadora de conteúdo.

"As pessoas se identificam com nossa história. Somos família, damos conta do trabalho, dos filhos, fazemos mil coisas e mostramos", diz ela.

Um galpão para os fins de semana

O hit é a cozinha, mas a sala de jantar virou uma vedete atual. Já o galpão aberto, o espaço gourmet onde eles passam os fins de semana cozinhando...suspire enquanto vê as imagens: aberto, sem cortinas e vidros, exala liberdade. Casa é para ser amada, e não um peso — eis a maior lição que podemos aprender com Sirlei.

Defendo que devemos viver a casa, ela é feita para nos acolher e nos dar prazer".

Dicas da Sirlei para ter uma casa com muita personalidade

Estado de espírito é um aliado para Sirlei Limberger na decoração da casa - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Estado de espírito é um aliado para Sirlei Limberger na decoração da casa
Imagem: Arquivo Pessoal

Sobre o estilo de construção

"Para construir uma casa com materiais de demolição, é preciso começar pelo garimpo de itens que você vai usar. Portas e janelas vêm primeiro nessa busca, que depois passa pelos outros elementos estruturais, sempre de olho nas demolições. É importante ter em mente que não conseguimos prever um começo, meio e fim da construção. É preciso aprender a lidar com imprevistos e a saber que não temos controle sobre nada. Assim aprendemos a relaxar e curtir o processo. Quando você entende isso, constrói uma história linda";

Casa para viver

"Se pudermos não encarar a manutenção da casa como trabalho, mas como vivência, melhor. Assim você escolhe a capa do sofá que mais gostar, e não a que dará menos 'trabalho'. Pense sempre que é uma troca: a casa me dá coisas e dou de volta o meu cuidar. Casa de verdade suja, pois para estar viva ela precisa estar em movimento, com gente, bichos, usando tudo o que ela tiver";

Mantenha o movimento

"Compre coisas novas, mude as coisas. Se suas almofadas são eternas na decoração, sua casa não é viva. Um banco que está fora, na varanda, vai desbotar, ou precisará de manutenção na madeira. Repinte, cuide e quando não tiver jeito, troque, mas não sofra por isso."

Histórias

"O que as pessoas mais amam na minha casa é que o galpão é aberto, sem cortinas ou vidro. Sempre perguntam se chove, se pega poeira. Mas aqui, o desbotado ou uma cicatriz contam histórias. Esse estilo propõe isso: ter orgulho da casa vivida."

Estilo de vida

"Tente identificar seu estilo e siga o conceito. Estude ele, quais principais elementos que ele traz e evite inserir elementos fora dele. Conviva com o lifestyle desse estilo e tente ser o mais autêntico possível nas escolhas."

Conheça-te

"Você pode fazer sua casa sozinho? Pode. Mas mesmo se contratar um profissional, tenha suas escolhas em mente. Saiba do que você gosta. O autoconhecimento do morador ajuda o profissional a tirar o melhor de um projeto."

Sorria mais

"Sempre pergunto: a decoração da sua casa está te fazendo sorrir? Ou te dá um certo peso quando você passa por algum cantinho dela? A única coisa que explica nos envolvermos tanto com decoração é ser feliz com ela. Mude sempre para que todos os espaços te deem orgulho e te façam sorrir."

@s que me inspiram

@joannagaines

“Joanna é nossa fonte raiz quando buscamos referências do estilo Farm House. Embora eu seja da área da decoração e tenha claro o que é esse conceito, volto nessa minha fonte, internalizo os elementos e sigo em frente.”

@melazzinatalia

“Natália é uma artista têxtil muito inspiradora. As fotos são todas produzidas na casa dela e retratam o cotidiano, mostrando como ela insere as peças que produz. É um perfil que me aquece o coração.”