PUBLICIDADE
Topo

Frango perfeito: dicas e receitas para conseguir o melhor desta carne

Versátil e fácil de fazer, frango também tem seus truques para ficar perfeito - Getty Images
Versátil e fácil de fazer, frango também tem seus truques para ficar perfeito
Imagem: Getty Images

Samantha Cerquetani

Colaboração para Nossa

26/07/2021 04h00

Seja em receitas simples ou mais sofisticadas, o frango é um ingrediente acessível e saboroso. A preparação costuma ser bastante rápida, mas alguns erros podem comprometer a suculência da carne.

Frito, grelhado ou cozido, o frango combina bem com temperos do dia a dia como alho, sal, cebola, pimenta, limão e ervas. Mas também é possível inovar e abusar da criatividade na hora do preparo e incluir vinho, cerveja preta, além de especiarias diversas.

"O frango é uma proteína muito versátil e combina com vários pratos e temperos. É só saber escolher um frango de qualidade e seguir algumas dicas que não tem erro, você terá um delicioso almoço ou jantar", afirma Eliana Maia, chef de cozinha da PUC-PR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná).

A seguir, veja algumas sugestões de como preparar o frango e quais erros evitar para garantir receitas saborosas.

Coxas de frango assadas  - Getty Images - Getty Images
Coxas de frango assadas
Imagem: Getty Images

1. Escolha do frango

O primeiro passo é escolher frangos de qualidade e resfriados, pois assim são mais frescos. O ideal é optar por um frango médio (cerca de 3 quilos) para garantir uma carne mais macia. Na hora da compra, verifique ainda a coloração e a consistência da carne.

A embalagem deve estar completamente fechada e constar a data de vencimento. "E seja qual for à escolha, não se esqueça de verificar se o frango possui o selo de inspeção federal, do Ministério da Agricultura, que garante a sua qualidade", explica Maia.

2. Marinar para amaciar

Marinar o frango garante que a carne fique mais suculenta, macia e absorva melhor os temperos. A técnica consiste em colocar o frango em uma mistura com ingredientes mais ácidos como suco de limão, vinagre ou vinho, um óleo e especiarias.

É bastante comum retirar o frango da geladeira e levar direto para a frigideira ou panela. Mas, para ter uma carne suculenta, é preciso fazer a marinada para absorver os temperos. O tempo pode variar de alguns minutos até horas, mas vale a pena.

Se possível, faça a marinada de um dia para o outro, usando de preferência uma vasilha com tampa. E deixe marinando dentro da geladeira", acrescenta Maia.

Quem vai fazer um frango assado, pode regar a carne com a própria marinada enquanto ainda está no forno. Dessa forma, regue a ave com as gorduras e líquidos do fundo da assadeira a cada 30 minutos. A técnica deixa o frango mais suculento e menos ressecado.

3. Descongele corretamente

A recomendação é se planejar com antecedência quando optar por receitas que levem frango. Isso porque o ideal é descongelar a carne na geladeira de um dia para o outro.

O ideal é descongelar o frango de um dia para o outro - Getty Images - Getty Images
O ideal é descongelar o frango de um dia para o outro
Imagem: Getty Images

"Sempre que possível, dê preferência para descongelar o frango ainda dentro da geladeira. O ideal seria deixar a carne por cerca de dois a três dias descongelando antes do preparo", afirma Ken Francis, chef e instrutor de gastronomia do Senac EAD.

Há ainda a opção de descongelar o frango no micro-ondas. O processo é mais rápido e também seguro, desde que seja feito da forma correta: verifique se há a função "Descongelar frango" ou utilize o equipamento em potência alta. Mas, nesses casos, é importante virar o frango para que algumas partes não cozinhem. O tempo pode variar de acordo com o aparelho.

Outra dica é deixar alguns minutos em temperatura ambiente para cozinhar de forma uniforme e não ficar ressecado quando for frito ou grelhado.

4. Não precisa lavar a carne

Embora seja uma prática de algumas pessoas, lavar o frango antes de levá-lo à cocção aumenta o risco de espalhar bactérias da superfície para dentro do alimento. Além disso, a água do frango pode escorrer pela pia e provocar uma contaminação cruzada.

Aproveite todas as partes do frango - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Aproveite todas as partes do frango
Imagem: Getty Images/iStockphoto

5. Aproveite o frango inteiro

Você é daqueles que sempre pensa no peito na hora de escolher o frango? Vale a pena experimentar a coxa e a sobrecoxa, que também são muito saborosas e suculentas por terem mais gordura.

A asinha pode ser frita ou assada na churrasqueira. O pescoço, o pé e as asas são usados em caldos. Já os miúdos (coração, fígado) ficam bem na grelha e a moela em ensopados", indica Ken.

6. Temperatura ideal no preparo

Se for fritar ou grelhar, nunca coloque o frango em uma frigideira fria. A panela precisa estar bem quente para que a carne fique crocante por fora e macia por dentro.

Evite também cortar o frango durante a cocção ou espetá-lo com um garfo. Essa atitude deixa a carne mais seca, pois os líquidos se soltam, comprometendo a textura. O ideal é fritar ou grelhar o frango em fogo médio.

Cada preparo de frango pede uma temperatura ideal - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Cada preparo de frango pede uma temperatura ideal
Imagem: Getty Images/iStockphoto

"Agora, se for fazer um frango ao molho, prefira o fogo baixo. Dessa forma, ele ficará mais saboroso, pois o frango fará uma cocção lenta. Nesse processo agrega-se mais sabor", diz Francis.

A seguir, veja receitas com frango para experimentar e colocar em prática as dicas de preparo.