PUBLICIDADE
Topo

Fígado de boi no churrasco? Carne barata surpreende; veja como preparar

De Nossa

23/07/2021 10h03

Neste episódio de Vai Ter Churras, Bruno Salomão mostra que é possível, sim, fazer um churrasco não pesa no bolso. Mas para isso é preciso deixar o preconceito de lado e apostar em carnes como o fígado.

Por se tratar de um órgão que recebe muito sangue, é comum que as pessoas estranhem o gosto de ferro. Nesse sentido, temperar direitinho é essencial para se livrar do sabor indesejado.

As proteínas e enzimas do leite deixam a carne com gosto mais ameno. Não vai ficar aquele gosto de que está lambendo uma grade".

Fígado - YelenaYemchuk/Getty Images/iStockphoto - YelenaYemchuk/Getty Images/iStockphoto
Fígado: leite tira o gosto de ferro
Imagem: YelenaYemchuk/Getty Images/iStockphoto

Antes de temperar, limpe as pelancas que podem aparecer na peça e corte bifes de um dedo e meio a dois dedos de espessura. "Queremos que esse fígado fique bem suculento e, se cortar fino, ele resseca".

Bife de fígado - beyhanyazar/Getty Images - beyhanyazar/Getty Images
Bife de fígado: aprenda a fazer na churrasqueira
Imagem: beyhanyazar/Getty Images

Para a marinada, coloque a carne numa tigela e acrescente 100 mililitros de leite, 1 colher de sopa de sal, 1 colher de sopa de "tempero completo" (confira a receita aqui), 1/2 de sopa de mostarda (evita a oxidação) e 1 colher de chá de pimenta-do-reino.

Deixe o fígado pegando sabor por pelo menos 1 hora. Na churrasqueira, coloque os bifes quando o carvão estiver em brasa e deixe dourar de 3 a 4 minutinhos de cada lado.

Fique ligado!

Confira todas as quintas um novo episódio no site de Nossa, no UOL Play ou no YouTube de Nossa (inscreva-se já para receber as atualizações fresquinhas). E acompanhe mais conteúdos no Instagram de Nossa. Veja também a primeira temporada, na qual Bruno Salomão ensina os conceitos básicos para os churrasqueiros de primeira viagem.