PUBLICIDADE
Topo

Como fazer costeleta de porco empanada e angu, refeição com sabor de Minas

Bruno Calixto

Colaboração para Nossa

17/07/2021 04h00

A viagem saborosa do "Brasil com Zeca" desembarcou em Minas Gerais, e quem mostrou o sabor da genuína comida mineira foi Djalma Victor, de Sete Lagoas, que prepara uma costeleta empanada com angu (encorpado com queijo Canastra) e vinagrete de couve.

"A cozinha mineira é onde tem mais afeto no ambiente, a nossa cultura é cozinhar, além de tomar uma pinguinha ao redor do fogão a lenha", diz o cozinheiro, que foi destaque no reality "Mestre do sabor", da TV Globo.

O anfitrião Zeca Camargo, que é de Uberaba (MG), conta que foi criado na casa da avó, com fogão a lenha. "Desde que me conheço por gente, a mineirice faz parte de mim, por isso amo comida saborosa e gente acolhedora, além é claro de boa prosa."

Zeca com o prato mineiro que ele preparou no programa - Marcelo Santos/UOL - Marcelo Santos/UOL
Zeca com o prato mineiro que ele preparou no programa
Imagem: Marcelo Santos/UOL

O prato do dia é um personagem à parte. Afinal, lembra Djalma Victor, mineiro tem um carinho diferente com a comida.

"Tem esta coisa da herança, você come e lembra da avó e da mãe, mineiro é isso", diz. "Lá em casa, não tinha galinheiro, mas eu era o filho que criava o pintinho que, quando ficava grande, ia parar na panela."

O preparo, que ele ensina abaixo, tem alguns truques:

Para deixar a costela bem douradinha, corte uma fatia mais grossa e faça duas frituras no mesmo óleo, para alcançar o ponto rosinha que o mineiro adora. Ela fica linda!"

A couve, ele avisa, deve ser rasgada com a mão ("com o maior carinho do mundo"), e, na hora de fazer o angu, é preciso mexer sem parar para o fubá não empelotar. Um detalhe: o pulo do gato é acrescentar queijo Canastra ao angu, o que torna o prato ainda mais especial.

Para ficar ainda melhor e harmonizar ao modo bem mineiro, Leandro Santos, consultor etílico do "Brasil com Zeca", criou o drinque "sweet melodia".

A sobremesa, conclui Djalma Victor, deve ser bem mineira também: doce de leite com creme de leite misturado, servido com farofinha de biscoito Maria e chocolate ralado por cima.