PUBLICIDADE
Topo

Moletom foi "tijolinho" para construção de um sonho de fazer um intercâmbio

Francisca de Sousa Rocha - Arquivo Pessoal
Francisca de Sousa Rocha Imagem: Arquivo Pessoal

Marilia Marasciulo

Colaboração para Nossa

24/05/2021 04h00

Francisca de Sousa Rocha

Francisca de Sousa Rocha

Profissão

Estudante e microempreendedora

Minha roupa com história

Moletom que me acompanhou em intercâmbio na Colômbia

Sempre tive o sonho de morar um tempo fora, fazendo algo que me possibilitasse conhecer outra cultura e outra língua. Em 2019, finalmente consegui realizá-lo: passei um mês trabalhando na Colômbia como voluntária em um projeto de pedagogia hospitalar, fazendo atividades lúdicas com crianças em tratamentos médicos prolongados. Eu estava no terceiro semestre da faculdade de Pedagogia e a experiência foi transformadora, tanto profissionalmente quanto pessoalmente, pois passei a entender melhor a existência.

É por isso que esse moletom, cinza e aparentemente banal, ganhou uma importância ainda maior no meu guarda-roupa. Ele foi uma das minhas primeiras roupas compradas especialmente para a viagem, no calor da emoção, ansiedade e expectativas. Ainda estava em 2018, mas já passeava pelas lojas de olho em roupas de frio que sabia que precisaria comprar — sou do Piauí, então nunca tive roupa de frio.

Por mais que gostasse de alguma peça, dificilmente comprava, pois eram mais caras. Até que me deparei com o moletom em promoção em uma loja de fast fashion. Lembro bem o valor: de R$ 69,90 por R$ 39,90.

Lembro também a emoção de saber que aquilo era um tijolinho de um sonho em construção, pois o moletom foi comprado antes mesmo das passagens."

Francisca de Sousa Rocha - Arquivo Pessoal - Arquivo Pessoal
Francisca de Sousa Rocha
Imagem: Arquivo Pessoal

Ele é bem básico, de malha moletom, mas com uma cor que acho linda e uma modelagem mais larguinha, estilosa e confortável. Tinha umas aplicações meio grandes coladas, mas acabei tirando para deixá-lo mais minimalista, um estilo que combina mais comigo.

Durante o intercâmbio, foi meu grande parceiro, usei muitas vezes para ir trabalhar e nas horas livres, em passeios. Com ele, me sentia charmosa, sinto que ele deixa qualquer combinação mais jovial, fashionista e descolada.

Desde que voltei, passei a usá-lo com uma peça mais leve por baixo e em dias chuvosos. Toda vez que coloco, ainda consigo sentir a energia da Colômbia. Ele me traz boas recordações e saudades. Amo a história que ele carrega e pretendo criar ainda mais histórias com ele, até que um dia possa passá-lo adiante para que outra pessoa também construa suas próprias histórias com meu querido moletom.

Como usar

Vestido

Moletons oversized são excelentes… Vestidos! E Ariana Grande pode provar. A cantora é frequentemente flagrada vestida assim, de preferência com botas over-the-knee para dar uma pitada de glamour.

Charme cool

Quem disse que moletom não pode compor um look charmoso e descolado? Invista em tons claros ou em partes de baixo bem femininas, como shorts ou saias.